Etiqueta: <span>osteopatia</span>

Medindo a barriga

Cuidado com sua Barriga Grande

Diferente do que a maioria das pessoas pensam, a obesidade não é uma doença.

É verdade que as pessoas acima do peso têm mais chances de enfrentar doenças como diabetes, hipertensão e colesterol alto, mas nem toda pessoa obesa tem problemas de saúde.

O grande sinal de perigo é na verdade, o tamanho da circunferência abdominal, ou seja, o tamanho da barriga.

Isso, sim, indica que o indivíduo está propenso a enfrentar sérios problemas de saúde.

Neste artigo, vamos falar por que ter um abdômen avantajado pode ser tão perigoso, principalmente para os homens.

Mostraremos, também, quais são as melhores formas de lidar com esse problema. Ficou interessado? Então continue com a gente!

Aprenda o modo correto de medir a circunferência abdominal

A circunferência abdominal diz respeito ao acúmulo de gordura presente na área do abdômen.

O tipo de gordura que se localiza nessa região do corpo é considerado a pior de todas, por ser um fator de risco para diversas doenças e a mais difícil de perder.

Quanto maior a circunferência abdominal, mais chances o paciente tem de sofrer alguma doença cardiovascular.

Mas, esse não é o único ponto que deve ser analisado. Existem outros fatores relevantes que devem ser levados em consideração como o peso e o índice de massa corpórea (IMC).

Para saber o seu IMC, é preciso fazer um cálculo. O resultado dele indica qual é o seu grau de obesidade.

Mesmo uma pessoa magra e de IMC considerado normal, precisa se preocupar com o tamanho de sua circunferência abdominal, porque há pessoas que estão no peso ideal e, mesmo assim, têm um abdômen avantajado, e nesse caso, existe maior risco de desenvolver uma doença cardiovascular do que alguém que esteja, simplesmente, acima do peso.

Como calcular o meu IMC

O cálculo para descobrir o IMC é muito simples: peso/altura x altura.

Caso você não confie nos seus cálculos matemáticos, basta utilizar um medidor de IMC na internet.

Há vários sites que disponibilizam esse medidor e ainda mostram qual é a classificação do seu IMC. A tabela padrão de índice de IMC é:

  • abaixo de 18,5 kg/m2: desnutrição
  • entre 18,5 e 24,9: faixa do peso saudável
  • entre 25 e 29,9: excesso de peso
  • 30 ou mais: obesidade

Como medir a aminha circunferência abdominal

Medir a circunferência abdominal é bem simples.

Basta posicionar uma fita métrica ao redor de sua barriga, mais precisamente sobre o seu umbigo.

O ideal é que as mulheres tenham uma circunferência abdominal abaixo de 88 cm e os homens abaixo de 102 cm.

Qualquer valor acima desses, representa um risco elevado para o indivíduo.

Agora com essas duas informações em mãos, analise a sua situação.

Lembre-se de que o IMC calcula o seu grau de obesidade, entretanto, não indica onde a sua gordura se localiza.

Portanto, esse cálculo e o seu peso não devem ser os únicos fatores a serem levados em consideração.

Os riscos da circunferência abdominal aumentada

A gordura abdominal é um tipo de gordura visceral, ou seja, ela fica muito próxima a vários órgãos essenciais do corpo humano, como coração, fígado e pâncreas.

Além disso, essa gordura também favorece a produção de substâncias pró-inflamatórias, aumentando o risco de ateroscleroses.

A aterosclerose, por exemplo, acontece quando há o acúmulo de gordura ou qualquer outra substância nas paredes das artérias, deixando-as mais estreitas e dificultando a passagem do fluxo sanguíneo.

Em suma, a aterosclerose compromete a irrigação sanguínea do órgão dependente daquela artéria, se a artéria em questão for a do coração, então o paciente tem grande risco de sofrer um ataque cardíaco.

A gordura abdominal também favorece o surgimento de doenças como hipertensão arterial, diabetes, colesterol e triglicérides alto, além de tromboses e vários outros problemas.

É preciso ficar atento aos fatores de risco, ou seja, características que agravam as chances de uma dessas doenças surgir, como: tabagismo, histórico familiar e consumo de álcool.

Veja também : 17 dicas para trincar de uma vez por todas  seu abdômen.

Os homens precisam estar mais atentos ao tamanho de seu abdômen, pois os riscos de morte por doenças cardiovasculares são maiores em homens do que em mulheres.

Como diminuir a circunferência abdominal?

Antes de citar as melhores formas de acabar com a gordura localizada no abdômen, é necessário esclarecer uma dúvida comum entre a maioria dos pacientes: a lipoaspiração ou abdominoplastia eliminam a barriga?

É claro que esses procedimentos acabam com a barriga esteticamente, mas não solucionam o problema de circunferência abdominal aumentada.

Tanto a lipoaspiração quanto a abdominoplastia retiram apenas a gordura subcutânea, aquela que fica embaixo da pele, e não a gordura visceral que se encontra próxima aos órgãos.

A melhor maneira de acabar com a gordura do abdômen é seguindo aquela antiga receita tão adorada pelos nutricionistas: dieta balanceada e exercícios físicos.

Aqui, é válido mencionar que a dieta balanceada é fundamental para a perda de peso e a melhor opção para quem pretende eliminar esse tipo de gordura especificamente.

A gordura que se aloja no abdômen é proveniente de alimentos gordurosos e calóricos, então, se você deseja diminuir a sua circunferência abdominal, é preciso parar de ingerir alimentos que favoreçam o surgimento da gordura visceral.

Os exercícios ajudam na queima de calorias e no fortalecimento dos músculos, além de aumentar a resistência e melhorar a qualidade de vida do indivíduo. Aliando a alimentação balanceada, resulta em um combo de sucesso para a saúde.

Conheça as melhores atividades físicas para reduzir a circunferência abdominal

Muitas pessoas acham que o segredo para perder medida da barriga é fazer abdominal, mas isso não é verdade.

Os exercícios abdominais fortalecem os músculos do abdômen, mas sobre a placa de músculo está o tecido adiposo, a gordura.

Caso a gordura não seja eliminada, os músculos continuarão sem aparecer mesmo se estiverem fortalecidos.

Por isso, a melhor maneira de perder circunferência abdominal é associar exercícios aeróbicos aos exercícios localizados.

Os aeróbicos são um tipo de atividade que tem como finalidade aumentar o fluxo sanguíneo e fazer o coração trabalhar mais do que o normal.

Esses exercícios são intensos e ideais para quem pretende queimar gordura.

A seguir:

6 Atividades que ajudam a diminuir a circunferência abdominal

1.    Pular corda

É muito indicado para quem deseja queimar gordura abdominal. Além de queimar mais de 300 calorias em 30 minutos, também ajuda a tonificar os músculos da coxa, do abdômen e do bumbum.

2.    Caminhada ou corrida

Esses são ótimos exercícios para perder gordura visceral. Eles intensificam os batimentos cardíacos e aceleram o metabolismo.

Para obter resultados, é necessário que sejam feitos ao menos 30 minutos diariamente.

3.    Ginástica funcional

Muito indicado para quem deseja emagrecer, perder gordura e definir os músculos. A ginástica funcional consiste em exercícios utilizando o peso do próprio corpo, pequenos pesos e bolas, e auxílio de cabos elásticos, sem a necessidade de aparelhos de academia.

4.    Andar de bicicleta

Esse exercício pode queimar até 400 calorias por hora, além de trabalhar a parte cardiovascular e provocar intensa queima de gordura.

É indicado para quem deseja diminuir a gordura visceral e é recomendado, ao menos, 30 minutos três vezes por semana.

5.    Crossfit

É uma atividade de alta intensidade e ideal para quem deseja queimar gordura. Por ser muito dinâmico, melhora a capacidade física, fortalece os músculos e aumenta a resistência.

6.    Dançar

Ótimo exercícios aeróbico, quando praticado ao menos 3 vezes na semana, é excelente para perder circunferência abdominal.

Além de poder queimar até 600 calorias em uma hora, melhora a postura, o equilíbrio e ajuda a combater a depressão.

É IMPORTANTE BUSCAR A AJUDA DE UM PROFISSIONAL DE EDUCAÇÃO FISICA ANTES DE COMECAR A PRATICAR ALGUMA ATIVIDADE FÍSICA.

7 Alimentos que te ajudam a reduzir a circunferência abdominal

A alimentação balanceada é o principal aliado para reduzir a circunferência abdominal.

Então criamos uma lista com os 7 principais alimentos que podem ser incluídos na dieta para auxiliar na diminuição da gordura abdominal:

Veja também : Principais  Alimentos Queimadores de calorias.

1.    Chia

Rica em antioxidantes, auxilia a acelerar o organismo e na queima de gorduras. Os melhores horários para ingerir são no café da manhã e lanche da tarde.

2.    Abacate

Fonte de gordura monoinsaturada, ajuda a diminuir o acúmulo de células de gordura no abdômen. Pode ser consumido da maneira que preferir, 1 vez ao dia.

3.    Pimenta vermelha

graças à capsaicina, tem ação termogênica, o que ajuda a acelerar o metabolismo. É indicada a ingestão de 3 gramas, todos os dias.

4.    Vinagre de maçã

Tem ácido acético, que evita picos de insulina, reduzindo o acúmulo de gordura, e diminui a fome. Para o consumo, dilua 2 colheres de sopa em um copo de água e beba antes do almoço e do jantar.

5.    Gengibre

Rico em gingerol, substância que ajuda na queima de gordura e acelera o metabolismo. Ele pode ser ingerido cru, refogado ou em forma de chá, sendo um pedaço de 2 cm por dia.

6.    frutas vermelhas

As frutas vermelhas, como morango e amora, são ricas antocianina que tem ação antioxidante e auxilia na queima de gordura. Deve-se consumir 2 colheres de sopa por dia, de preferência frescas.

7.    Iogurte

Os probióticos presentes ajudam a regular o intestino. Além disso, o cálcio interfere nas células de gordura diminuindo o volume dentro delas. Coma 1 ou 2 porções todos os dias, de preferência desnatados e sem açúcar.

Leia também: Segredos para se tornar uma máquina de queimar gordura

Não esqueça de deixar o seu comentário sobre o nosso artigo, dicas e sugestões são sempre bem vidas por aqui!

 

Grande abraço e até a próxima!

Fonte Original : https://blog.partmedsaude.com.br/circunferencia-abdominal-por-que-os-homens-devem-se-preocupar/

Espondilolistese: o que é e quais são as suas causas?

Ola pessoal, hoje um novo assunto bem comum entre as causas de dores na coluna lombar principalmente. É a espondilolistese.

O nome vem do grego Espôndilo (vértebra) listese (escorregamento), portanto se trata de um deslizamento, escorregamento de uma vértebra sobre outra. Isso pode gerar muito incômodo e dores localizadas ou irradiadas, dependendo de onde ocorre a listese. Sendo este mais comumente localizado na coluna lombar. Entre outros fatores que contribuem para o maior acometimento da coluna lombar, o fato de ocorrer nesse segmento a curvatura lordótica, que naturalmente projeta o corpo vertebral anteriormente.

A espondilolistese pode ser classificada em até 5 graus, dependendo da intensidade do escorregamento, sendo que a primeira indica apenas uma leve anteriorização de um corpo vertebral sobre outro e a ultima uma ptose, isto é, uma luxação de uma vértebra sobre a outra, o que poderia acarretar inclusive a paraplegia.

Veja alguns tipos de causa da espondilolistese :

  • Degenerativa: geralmente causada por alterações na coluna pelo processo de envelhecimento. E pode ser mais comum em mulheres, normalmente atingindo a região lombar;
  • Ístmica: formada por defeito vertebral ou má formação. Pode aparecer mais em crianças e adolescentes;
  • Traumática: gerada por quedas e acidentes que resultam em fraturas ou traumas na região, levando ao deslizamento das vértebras;
  • Displásica: costuma ocorrer na região lombar, entre as vértebras L5 e S1. Pode ser mais comum em adolescentes e acontece quando os ossos não suportam a força exercida e deslizam;
  • Patológica: mais rara, é resultado de uma doença óssea ou tumor na região.

As mais comuns são as ístmicas e as degenerativas, sendo que essas últimas as que mais aparecem no consultório.

No tratamento deve ser considerado que até o grau 2 de escorregamento o prognóstico é muito bom, sendo que os sintomas de paresia e parestesia ainda se apresentam em grau leve e a dor pode ser eliminada após algumas sessões de osteopatia associada ao RPG.

Fortalecimento da região

O fortalecimento da região do CORE aumenta a resistência às oscilações vertebrais o que ajuda a “firmar” a vértebra em uma posição de maior estabilidade, mais difícil de se movimentar mediante solicitações ambientais.

Tratamento Cirúrgico

O tratamento cirúrgico deve ser solicitado quando os sintomas não cessam ou quando o grau de escorregamento é superior à 4. Nesse caso faz-se uma fixação das vértebras conhecido como artrodese e a mobilidade é reduzida drasticamente, comprometendo a qualidade de vida do paciente. Portanto, é necessário que aja consciência antes de encarar uma cirurgia desse porte e a fisioterapia tem o papel fundamental de prorrogar o quanto puder essa opção de risco.

Bom espero ter ajudado em algum esclarecimento e qualquer dúvida comentem!!

Abraço…

Mulher entrando no carro

Por que a Fiat é a marca de carros mais popular entre os jovens?

Entenda o que a Fiat tem de especial para cativar os condutores mais jovens no Brasil e no mundo.

Nascida na Itália, em 1899, a Fiat é uma marca colecionadora de modelos, primeiros lugares e prêmios. Assídua no topo dos rankings de vendas do Brasil e do mundo, a italiana de Turim é uma montadora que atua com excelência de ponta a ponta.

Preços acessíveis, veículos para todos os gostos, manutenção fácil e vendas tranquilas: os modelos Fiat costumam surgir no mercado sempre como os novos favoritos.

A marca italiana dominou o ramo de picapes e é cada vez mais uma excelente postulante ao topo na categoria de compactos também. Além disso, não podemos deixar de lado os sedãs, visto que o Siena tem números bastante expressivos.

Veja, a seguir, alguns dos principais pontos que tornam a montadora uma fábrica de sucessos.

Razões que fazem a Fiat ser especial

Consumo, design, campanhas publicitárias e custo-benefício: é difícil apontar um único motivo pelo qual a marca se destaca tanto no mercado. Contudo, quem já esteve atrás de um Fiat Uno, pelo menos uma vez, sabe bem como a empresa cativa novos consumidores.

O modelo é um dos maiores e mais longevos sucessos de vendas no setor. O Uno ganhou inúmeras versões ao longo dos anos — como o Turbo 1.4, de 1994, e o novo Uno, de 2010 — e, mesmo após quase quatro décadas de seu lançamento, continua sendo o queridinho dos brasileiros.

No entanto, a Fiat vai muito além do Uno. Dentre tantos outros modelos de sucesso, o Toro ganha um destaque especial nos últimos anos. A picape italiana tem números e desempenhos muito expressivos em termos de vendas e satisfação.

Para provar sua elasticidade e abrangência, podemos destacar um modelo de outra categoria, que cresce cada vez mais no gosto do público por sua qualidade: o Fiat Argo.

O modelo estreou em 2017 com a árdua missão de substituir o Punto e o Palio, outros dois gigantes da marca. Por isso, o Argo concorre em dois segmentos: compacto premium e hatch popular.

Embora seus números ainda estejam abaixo de seu parente, Toro, o modelo já figura entre os automóveis de passeio mais vendidos do país.

Relação da marca com o público jovem

Além de todas as qualidades dos produtos, a montadora ainda conta com um relacionamento bastante interessante com seu público, sobretudo, o jovem, abrangendo desde campanhas publicitárias até pós-venda.

A cultura Fiat conquistou uma legião de jovens e, pelos números, esta é uma relação que tende a permanecer assim por longos anos — vale a pena lembrar que este relacionamento começou no fim dos anos 1970, com o emblemático Fiat 147.

A abordagem publicitária é vencedora não só por atingir seus objetivos comerciais, mas também pela repercussão gerada entre a crítica especializada do ramo. Ao longo dos anos, as campanhas construíram uma relação de confiança e credibilidade com os consumidores.

A harmonia e a sinergia entre produto, marketing e publicidade são essenciais nesse processo. Não é à toa que a marca é uma das maiores vencedoras de prêmios publicitários da categoria.

Revenda e usados

Por melhores que sejam os carros da Fiat, chega uma hora que as necessidades, as possibilidades e as ambições do motorista mudam, sendo preciso se despedir do modelo querido.

O momento da venda é sempre temido pelos donos de carros, em especial, os usados, seja por desvalorização de mercado, desconfianças, concorrência, etc. Entretanto, a Fiat também é especial nesse quesito, já que é relativamente fácil vender um de seus carros.

Poderíamos nos estender por algumas horas para continuar pontuando os motivos e as características dessa gigante automobilística, porém, ainda assim, sempre haveria algo a acrescentar.

9 benefícios dos Coworkings para o bem-estar e o bem profissional

Os escritórios de coworking oferecem uma grande variedade de vantagens para quem começa sozinho, incluindo oportunidades …

Atendimento fisioterapêutico online: como realizá-lo da melhor forma

Existem diversas maneiras de conseguir aprimorar um negócio e graças às evoluções tecnológicas umas das áreas que …

Software de gestão: como pode auxiliar na organização de sua clínica

Vivemos a época da conexão 5G, da Internet das Coisas e dos smartphones, que podem trazer praticamente o mundo todo nas …