Tag: <span>dor</span>

Mulher entrando no carro

Por que a Fiat é a marca de carros mais popular entre os jovens?

Entenda o que a Fiat tem de especial para cativar os condutores mais jovens no Brasil e no mundo.

Nascida na Itália, em 1899, a Fiat é uma marca colecionadora de modelos, primeiros lugares e prêmios. Assídua no topo dos rankings de vendas do Brasil e do mundo, a italiana de Turim é uma montadora que atua com excelência de ponta a ponta.

Preços acessíveis, veículos para todos os gostos, manutenção fácil e vendas tranquilas: os modelos Fiat costumam surgir no mercado sempre como os novos favoritos.

A marca italiana dominou o ramo de picapes e é cada vez mais uma excelente postulante ao topo na categoria de compactos também. Além disso, não podemos deixar de lado os sedãs, visto que o Siena tem números bastante expressivos.

Veja, a seguir, alguns dos principais pontos que tornam a montadora uma fábrica de sucessos.

Razões que fazem a Fiat ser especial

Consumo, design, campanhas publicitárias e custo-benefício: é difícil apontar um único motivo pelo qual a marca se destaca tanto no mercado. Contudo, quem já esteve atrás de um Fiat Uno, pelo menos uma vez, sabe bem como a empresa cativa novos consumidores.

O modelo é um dos maiores e mais longevos sucessos de vendas no setor. O Uno ganhou inúmeras versões ao longo dos anos — como o Turbo 1.4, de 1994, e o novo Uno, de 2010 — e, mesmo após quase quatro décadas de seu lançamento, continua sendo o queridinho dos brasileiros.

No entanto, a Fiat vai muito além do Uno. Dentre tantos outros modelos de sucesso, o Toro ganha um destaque especial nos últimos anos. A picape italiana tem números e desempenhos muito expressivos em termos de vendas e satisfação.

Para provar sua elasticidade e abrangência, podemos destacar um modelo de outra categoria, que cresce cada vez mais no gosto do público por sua qualidade: o Fiat Argo.

O modelo estreou em 2017 com a árdua missão de substituir o Punto e o Palio, outros dois gigantes da marca. Por isso, o Argo concorre em dois segmentos: compacto premium e hatch popular.

Embora seus números ainda estejam abaixo de seu parente, Toro, o modelo já figura entre os automóveis de passeio mais vendidos do país.

Relação da marca com o público jovem

Além de todas as qualidades dos produtos, a montadora ainda conta com um relacionamento bastante interessante com seu público, sobretudo, o jovem, abrangendo desde campanhas publicitárias até pós-venda.

A cultura Fiat conquistou uma legião de jovens e, pelos números, esta é uma relação que tende a permanecer assim por longos anos — vale a pena lembrar que este relacionamento começou no fim dos anos 1970, com o emblemático Fiat 147.

A abordagem publicitária é vencedora não só por atingir seus objetivos comerciais, mas também pela repercussão gerada entre a crítica especializada do ramo. Ao longo dos anos, as campanhas construíram uma relação de confiança e credibilidade com os consumidores.

A harmonia e a sinergia entre produto, marketing e publicidade são essenciais nesse processo. Não é à toa que a marca é uma das maiores vencedoras de prêmios publicitários da categoria.

Revenda e usados

Por melhores que sejam os carros da Fiat, chega uma hora que as necessidades, as possibilidades e as ambições do motorista mudam, sendo preciso se despedir do modelo querido.

O momento da venda é sempre temido pelos donos de carros, em especial, os usados, seja por desvalorização de mercado, desconfianças, concorrência, etc. Entretanto, a Fiat também é especial nesse quesito, já que é relativamente fácil vender um de seus carros.

Poderíamos nos estender por algumas horas para continuar pontuando os motivos e as características dessa gigante automobilística, porém, ainda assim, sempre haveria algo a acrescentar.

Quiropraxia é bom para hérnia de disco?

A hérnia de disco ocorre quando o disco intervertebral se “desloca” em direção a medula ou mesmo o recesso lateral, onde passa as raízes nervosas que vão compor os nervos das extremidades do corpo, vísceras e nervos sensitivos que nos faz o sentir na pele.

 

  A faixa etária dos acometidos é entre 35-55 anos. Os sintomas são bem específicos e em muitos casos visíveis. Se a pessoa estiver com uma inclinação para frente e lateral (posição antálgica), estiver com dificuldade para realizar a marchar (andar claudicante) e com uma dor intensa no local (coluna Lombar especialmente) as chances de ser uma hérnia de disco são grandes. Porém outros sintomas são relevantes para o diagnóstico preciso, como por exemplo: dores que irradiam entre a coluna lombar até os pés (geralmente em um pé), formigamento na perna sem causa aparente, fraqueza nas pernas e em alguns casos o paciente fica acamado obrigatoriamente.

   A grande maioria das pessoas que vem aqui com o diagnóstico de Hérnia de Disco já se preocupam com uma possível cirurgia, primeiramente a condição que leva a cirurgia são na realidade duas: Trauma gravíssimo na coluna lombar e Síndrome da Cauda-Equina, são não houver essas condições confirmadas, sempre é importante considerar o tratamento conservador como a Quiropraxia.

Todo bom tratamento de Quiropraxia tem que ser composto de objetivos bem delineados e factíveis para alcançar o resultado desejado.

1 – Eliminar qualquer sintoma neurológico com irradiação para membros inferiores (Fraqueza, formigamento, adormecimento) – quer dizer que o nervo está novamente com sua passagem pelo forame intervertebral preservado ou mesmo a medula espinhal pela sua passa na coluna vertebral.

2 – Eliminar qualquer dor local decorrente a mudança funcional e estrutural da coluna. (Subluxação, encurtamento muscular e outros) – A maioria dos casos de Hérnia de Disco ocorre por mau cuidado em relação postura e a utilização da mecânica do corpo humano obviamente inclui a coluna vertebral. Portanto a correção funcional e mecânica é necessária.

3- Estabilização muscular e articular da região acometida –  (Fortalecimento e Propriocepção) – O fato de retirar as imperfeições mecânicas não quer dizer que está totalmente reabilitado pela Quiropraxia, é necessário fortalecer três grupos musculares: Os paravertebrais lombar, abdômen e glúteos com rotadores do Quadril. Assim teremos uma melhor tonificação muscular e isso consequentemente gera a estabilidade para utilização posterior da coluna lombar.

Temos que considerar as variantes de cada paciente, porem o tratamento para hérnia de disco na Quiropraxia (e seus benefícios) deve conter os 3 pontos de objetivos.

Em relação ao protocolo aplicado para correção, na Quiropraxia existe vários como protocolo de Cox, Mckenzie entre outros. Somente um Quiropraxista associado a ABQ (associação Brasileira de Quiropraxia) pode decidir o melhor caminho com segurança.

Todo bom tratamento de Quiropraxia tem que ser composto de objetivos bem delineados e factíveis para alcançar o resultado desejado.

1 – Eliminar qualquer sintoma neurológico com irradiação para membros inferiores (Fraqueza, formigamento, adormecimento) – quer dizer que o nervo está novamente com sua passagem pelo forame intervertebral preservado ou mesmo a medula espinhal pela sua passa na coluna vertebral.

2 – Eliminar qualquer dor local decorrente a mudança funcional e estrutural da coluna. (Subluxação, encurtamento muscular e outros) – A maioria dos casos de Hérnia de Disco ocorre por mau cuidade em relação postura e a utilização da mecânica do corpo humano obviamente inclui a coluna vertebral. Portanto a correção funcional e mecânica é necessária.

3- Estabilização muscular e articular da região acometida –  (Fortalecimento e Propriocepção) – O fato de retirar as imperfeições mecânicas não quer dizer que está totalmente reabilitado pela Quiropraxia, é necessário fortalecer três grupos musculares: Os paravertebrais lombar, abdomen e glúteos com rotadores do Quadril. Assim teremos uma melhor tonificação muscular e isso consequentemente gera a estabilidade para utilização posterior da coluna lombar.

Temos que considerar as variantes de cada paciente, porem o tratamento para hérnia de disco na Quiropraxia deve conter os 3 pontos de objetivos..

Devemos lembrar que levou tempo para o corpo atingir certo grau de degeneração, então é normal e compreensivo esperar um determinado tempo para sua recuperação.

Removendo-se a subluxação articular e devolvendo o bom funcionamento e uma congruência ideal para articulação, há um alívio dos sintomas e remissão da dor.

Procure um quiropraxista e viva bem e com plenitude…

5 sintomas de Lombalgia: fique por dentro

Segundo a própria Organização Mundial da Saúde, a OMS, a lombalgia é uma dor que afeta cerca de 80% da população mundial, …

Lombalgia: saiba suas principais causas

É comum ouvir de pessoas ou até mesmo sentir dores nas costas de vez em quando, mas vale mencionar que existe um quadro …

Incontinência urinária: 3 exercícios para diminuir esse problema

É conhecida a afirmação de que quando estamos com saúde não percebemos, nem paramos para pensar nesses assuntos. Porém, …