Etiqueta: <span>cervical</span>

Osteopatia

Osteopatia, quiropraxia no tratamento de dores cervicais e torcicolos

Osteopatia. O que é? Para que serve?

A Osteopatia ainda é um tratamento desconhecido do grande público em geral. Mas vem se tornando uma grande aliado principalmente em se tratando de dores, em especial na coluna, principalmente por ser um tratamento rápido não invasivo, isto é, não cirúrgico. É claro que em alguns casos quando o problema se tornou demasiadamente grave essa opção não é descartada, tudo em vista da melhor qualidade de vida do paciente.

Essa é uma área da fisioterapia ortopédica que se iniciou nos EUA no século XIX pelo Dr. Still e se espalhou pelo mundo de forma exponencial até chegar ao Brasil na década de 90. Para entender melhor é preciso entender que os princípios da Osteopatia são a de que a estrutura governa a função e vice versa, isto é, quando a estrutura (ossos, músculos, ligamentos, discos, etc) esta em sofrimento a função será alterada, gerando dificuldades em realizar as atividades diárias, assim como se a função for comprometida, isto é, a limitação de movimentos provocados por uma dor, as estruturas sofrerão com isso.

O tratamento com Osteopatia visa a liberação de áreas em que estão bloqueadas propiciando a retomada da função normal de todos os segmentos do corpo, com isso a mecânica se reorganiza naturalmente aliviando os sintomas de dor. Para isso o profissional usa de várias técnicas como os famosos thrusts que são as manobras de estalos que provocam a imediata função do segmento bloqueado, assim como liberações de músculos e fáscias, bem como ligamentos e tendões, tudo feito de forma manual sem auxilio de equipamentos ou aparelhos externos. Dessa forma ela pode ser realizada em um ambiente simples e que necessita simplesmente do conhecimento do profissional devidamente formado.

Os bloqueios podem ocorrer pelos mais diversos motivos, sejam eles físicos, como um tropeção, acidentes, esforços repetitivos, mas também emocionais como estresse, tristeza, medo e ainda problemas químicos, como alimentação, fumo, ou remédios em excesso, que afetam os órgãos e vísceras, interferindo na função normal do organismo trazendo dores.

A Osteopatia têm muito o que crescer no Brasil pois nossa população necessita de profissionais que sejam resolutivos no tratamento de dores que causam tantos prejuízos a população de forma geral. A divulgação via mídias sociais vem trazendo muitas informações e abrindo essa opção fantástica para o publico entender e buscar esse tipo de profissional.

Dores no pescoço, os famosos torcicolos

Quando pensamos em dores no pescoço nós lembramos, sem exceção, dos famosos torcicolos.

Normalmente aparecem ao passarmos muito tempo em uma determinada posição e ao mudar repentinamente, ele aparece.

Isso ocorre por que os músculos que se adaptaram a aquela posição inicial permanente não consegue, por meio de falha no comando neural, liberar o movimento ao mudar de posição de forma abrupta, e isso gera uma espécie de curto circuito nós nós músculos do pescoço, impedindo-o de voltar ao seu estado de relaxamento.

Normalmente o tratamento de um torcicolo é muito rápido com técnicas de osteopatia, quiropraxia e até mesmo liberação miofacial e acupuntura.

Mas apenas um profissional gabaritado deve tentar ajustar isso pois, apesar de parecer não é tão simples.

Ao fazermos as correções osteopáticas e quiropráticas a melhora é percebida instantaneamente e não é necessário a ingestão de medicamentos. Se não conhece, entre em contato que teremos enorme prazer em ajudar.

Boa semana a todos!

Osteopatia, Quiropraxia e Acupuntura em Franca SP

Desde que comecei a trabalhar com osteopatia e quiropraxia ou acupuntura tenho tido, sem demagogia ou falsa modéstia, uma taxa de sucesso acima de 80% em se tratando de dores de coluna lombar, torácica e cervical (90% dos casos) e membros que são afetados tanto por dores irradiadas dos problemas axiais quanto por problemas pontuais em articulações.

Claro, que na maioria das vezes preciso de ao menos 3 consultas para uma melhora relatada de ao menos 80%. Apos a alta consequentemente encaminho o paciente para exercícios de fortalecimento e alongamentos que atuarão como manutenção da melhora a longo prazo, com algumas consultas de manutenção, na maioria das vezes uma vez ao mês.

Percebo contudo que o mais difícil no processo terapêutico é a entrega do paciente à terapia, tanto no sentido de assiduidade das consultas quanto no sentido de entender que o tratamento ira mudar seu padrão corporal e isso de inicio pode gerar alguns desconfortos até que a mudança seja de fato definitiva.

E essas fase de adaptação provavelmente exigira deste paciente mudanças de sua rotina, como a quebra de alguns paradigmas ou mudanças de padrões cotidianos.

Sendo assim entendo que a busca pela terapêutica e assim sendo pela melhora de algo que incomoda, deve começar no plano energético, isto é, na vontade.

Se preparar para mudanças e para enfrentar uma fase de transformações exige planejamento e atitude, algo que é pre requisito para qualquer coisa que realmente faz sentido na vida.

Portanto se você deseja mudanças na sua saúde e no alivio de dores se prepare e faça, pois todo o universo conspirará para que se torne real!!

dor no tornozelo

Dor no Tornozelo: Causas e Tratamentos

Introdução Você já teve dor no tornozelo? Se sim sabe como é limitante e como é difícil levar uma vida normal com …

Qual Esporte Escolher Para Evitar Dor nas Costas?

Você sabia que quatro em cinco pessoas sofrerão em algum momento de suas vidas de dor nas costas? Mas isso não significa …

CLÍNICA DE FISIOTERAPIA O QUE É? E COMO ENTENDER SUAS ESPECIALIDADES?

Bom, quando se pensa em clínica de fisioterapia logo vem a mente um espaço grande, com muitos aparelhos e pessoas indo …