Categoria: <span>Quiropraxia</span>

2° Pilar da quiropraxia – Saúde emocional

 

2° Pilar – Saúde emocional

A saúde não se encontra apenas no que se vê, mas também no que se sente. A saúde emocional é tão ou mais importante que a saúde física (1° pilar da quiropraxia), pois as emoções podem desencadear somatizações que são justamente sintomas físicos decorrentes de desequilíbrios psíquicos.

Nosso organismo se comunica seguindo uma hierarquia bem específica, sendo o cérebro o grande “chefe” que gerencia todas as funções orgânicas. Ele atua tanto de forma consciente, como por exemplo a ativação muscular ou inconsciente, como o bater do coração. Dessa forma todo o processo de vida passa primeiro pelo cérebro.

A comunicação que o cérebro usa para enviar mensagens para o corpo é feita através de um sistema chamado endócrino, que tem hormônios como mensageiros dessa comunicação. A cada tipo de solicitação do nosso dia a dia ou de nossas emoções, são enviados mensageiros como adrenalina, cortisol, insulina, para que cumpram uma função específica num local específico, como por exemplo quando estamos em situação de perigo, nesse caso a adrenalina nos prepara para lutar ou correr; em situações de estresse ou irritação constante o hormônio cortisol age como anti-inflamatório atuando nas pequenas inflamações comuns na parte celular do corpo, e ainda a conhecida insulina que é liberada para auxiliar a entrada da glicose na célula. Dessa forma o cérebro consegue se comunicar e controlar todas as funções do corpo.

O segundo pilar da quiropraxia entende que esse mecanismo deve estar em harmonia, funcionando em homeostase e equilíbrio, favorecendo a saúde.

Quando nossas emoções estão alteradas e esse quadro se instala por um longo período de tempo, de forma crônica, nosso cérebro permite a liberação anormal de hormônios fazendo com que o corpo entre em conflito consigo mesmo, gerando problemas diversos como dores musculares e articulares, problemas reumatológicos que atacam olhos, pele, articulações, irritações gástricas, intestinais, desarranjos variados e causando o que chamamos anteriormente de somatizações no corpo físico.

Nosso pensamento tem um poder muito grande e ele está diretamente ligado a liberação de hormônios como vimos, portanto, para quebrar o ciclo vicioso entre dor e estresse é preciso entender o processo patológico e com isso procurar uma terapia adequada para cada casos.

A psicoterapia aliada a um conjunto de modificações na rotina diária tem um poder transformador, e é essa a chave pra a melhora de um paciente somático.

Pilares da pura vida

PURA VIDA – 3 pilares da quiropraxia

1° Pilar – Saúde Física

Oi amigos e amigas, hoje venho pelo meu blog falar de um assunto relevante, principalmente após um período de final de um ano, natal, agradecemos pelo que conquistamos e repensamos no que melhorar. E para o ano que entra, afirmamos nossos compromissos e pedimos por bênçãos.

Grande parte das tradições nos faz para, nem que por um instante, e prestarmos atenção ao que realmente importa na nossa vida como filhos, família, saúde, dinheiro, sucesso, paz, amor. Todos essas partes integrantes de um único ser somos nós. Para que as coisas caminhem bem é necessário que nossa vida tenha equilíbrio entre 3 pilares simples, fonte de pura vida que todos buscamos. Hoje falaremos do primeiro pilar, a saúde física.

A saúde física é aquela que envolve o corpo propriamente dito, a parte de músculos, ossos, nervos e sangue. Se imaginarmos um carro, a parte física seria o motor, carroceria, bancos, volante, painel. O combustível, ou a fonte da energia será o segundo pilar, o químico.

Em um carro que fica muito tempo parado sem cuidados a tendência é que ele enferruje, e trave, em um que é usado demais sem descanso, a tendência é esquentar e fundir. Bom, qual o segredo para se ter um carro que dure bastante e seja confiável? Pergunte a um mecânico e ele vai lhe dizer que colocar óleo, andar com o tanque cheio para evitar sua corrosão, fazer as revisões, balancear, são importantes mas principalmente se deve andar com ele periodicamente a fim de manter todas as peças lubrificadas em harmonia, exatamente como o carro o nosso corpo precisa gerar movimento, ativação muscular tanto em força quanto em alongamento, usar as articulações em diferentes ângulos para que o corpo seja flexível, ativo e saudável. Movimentos sedentários, robotizado, acostumado apenas com um par de movimentos de levantar e sentar em carros, escritórios, sofás são péssimos para a saúde física.

A quiropraxia atua na manutenção e aprimoramento do alinhamento dos segmentos vertebrais no nosso esqueleto a fim de eliminar bloqueios que geram dores e limitam a qualidade de vida das pessoas.

Dor ciática ou dor no ciático? Causas, Sintomas e Tratamento

O que é do ciática? Como acontece? Como prevenir?

Dor ciática ou “dor no ciático” é uma condição dolorosa que afeta grande parte da população mundial, sendo altamente incapacitante. A dor é relatada como um “choque” que percorre a perna, do glúteo podendo chegar até o pé na parte de posterior (atrás) das pernas.

A ciatalgia, como é formalmente conhecida, não é uma doença, mas sim um sintoma que pode vir acompanhada de formigamentos, e diminuição de força e coordenação motora no membro afetado.

Para que o nervo doa é necessário que aja alguma força ou pressão o comprimindo, isto é, o nervo não se inflama do nada, sempre há algo por traz dessa inflamação e portanto deve ser tratada a sua causa e não apenas a dor.

Existem duas maneiras de compressão do nervo ciático, são elas:

1- Compressão da raiz nervosa: esse tipo de pressão ocorre na raiz do nervo, assim que ele sai da coluna e pode ser causado ou por hérnia de disco, espondiloartrose, espondilolistese, espondilólise, osteófitos (bicos de papagaio), tumores, fraturas, desidratação discal ou diminuição do espaço intervertebral.

2- Compressão no trajeto do nervo: Após sair da coluna o nervo passa por um trajeto sinuoso, próximo a articulações, ossos e músculos. Em qualquer ponto desse trajeto ele pode ser “incomodado”. As causas mais comuns pra disparar esse “incomodo” são: Espasmos musculares, principalmente do músculo piriforme, posições viciosas no trabalho ou em exercícios e bloqueios articulares, que são tratados com quiropraxia ou osteopatia.

Fatores de Risco da dor Ciática

Todos podemos estar sujeitos a ter uma dor ciática em algum momento de nossas vidas. Os fatores de risco que aumentam essa probabilidade são, idade avançada, sobrepeso/obesidade, jornadas de trabalhos desgastantes, exercícios feitos em excesso (overtrainning), e sedentarismo.

Tratamento da dor Ciática

No tratamento deve ser levado em conta, primeiramente, a desinflamação do nervo, usando para tanto medicamentos associados a fisioterapia anti-inflamatória. Após passada a inflamação inicial deve ser avaliado qual fator desencadeou essa compressão e nesse caso os exames de imagens são importantes ferramentas esclarecedoras e munidos disso a osteopatia, ou a quiropraxia são altamente resolutivas em poucas sessões.

A fisioterapia ortopédica é uma área em franco crescimento na cidade de Franca, surgem a cada dia novos estudos e técnicas eficazes no tratamento de diversas patologias como a osteopatia, a quiropraxia, a acupuntura, antes só resolvidas por meio de cirurgias, evitando assim o aumento do custo com saúde e ao mesmo tempo diminuindo o tempo de coalescência dos pacientes.

Escoliose o que é e como tratar?

A escoliose se caracteriza por uma curvatura “anormal” no sentido lateral da coluna vertebral, podendo ser em C (quando ha apenas uma curva) ou em S (quando ha 2 curvas). É facilmente detectável quando analisamos a pessoa olhando pelas costas ou pela frente, principalmente quando é solicitado a flexão de tronco (mãos tocando os dedos dos pés) e aparece um desnível no dorso apontando a parte convexa da curva, chamada de Giba ou Gibosidade.

Curvaturas 

Existem outras curvaturas que são “normais” e importantes no complexo vertebral mas estas se orientam no sentido antero-posterior, isto é, aquelas que vemos quando a pessoa esta de lado. São elas a lordose lombar, a cifose torácica e a lordose cervical.

Motivo da Escliose

Voltando a escoliose é importante saber, entre outras coisas, sua origem, ou seja, o motivo que ocasionou essa curvatura a aparecer. Temos 3 motivos principais: Congênito (nascença), neuromuscular (causado por alguma doença, por exemplo a poliomielite) ou as chamadas idiopáticas (sem causas aparentes), sendo estas últimas responsáveis por mais da metade dos casos.

Em se tratando de escoliose idiopática, podemos entender ao menos 2 complicações que, ao meu ver, são as mais importantes.

Orientações

Uma é a falta de orientação e prevenção em crianças durante a fase do segundo estirão do crescimento. Nessa fase as crianças são submetidas a grandes mudanças de origem hormonal e com isso a estrutura muscular, ligamentar não acompanha em termos de estabilização o crescimento ósseo agudo. Esse fator faz com que o índice de escolioses em adolescentes dos 14 aos 17 anos seja incrivelmente alto, o que poderia ser evitado ou minimizado pelo acompanhamento de fisioterapeutas.

Posturas e Correções

Uma segunda forma de escoliose idiopática é a postural, sendo essa a de solução mais simples porém, a de maior participação do paciente, pois as orientações dadas pelo fisioterapeuta devem ser seguidas em casa e no trabalho a risca, por um período de no mínimo 6 meses. Sendo assim, o numero de desistência é alto o que acaba por enfraquecer a percepção geral dos resultados obtidos. O trabalhando se baseia principalmente na estabilização de músculos fracos e alongamento de músculos encurtados.

Espero ter ajudado com alguma dúvida e qualquer coisa comentem que respondo assim que possivel!!

Grande abraço

Saiba mais no vídeo abaixo :

Quiropraxia é bom para hérnia de disco?

A hérnia de disco ocorre quando o disco intervertebral se “desloca” em direção a medula ou mesmo o recesso lateral, onde passa as raízes nervosas que vão compor os nervos das extremidades do corpo, vísceras e nervos sensitivos que nos faz o sentir na pele.

 

  A faixa etária dos acometidos é entre 35-55 anos. Os sintomas são bem específicos e em muitos casos visíveis. Se a pessoa estiver com uma inclinação para frente e lateral (posição antálgica), estiver com dificuldade para realizar a marchar (andar claudicante) e com uma dor intensa no local (coluna Lombar especialmente) as chances de ser uma hérnia de disco são grandes. Porém outros sintomas são relevantes para o diagnóstico preciso, como por exemplo: dores que irradiam entre a coluna lombar até os pés (geralmente em um pé), formigamento na perna sem causa aparente, fraqueza nas pernas e em alguns casos o paciente fica acamado obrigatoriamente.

   A grande maioria das pessoas que vem aqui com o diagnóstico de Hérnia de Disco já se preocupam com uma possível cirurgia, primeiramente a condição que leva a cirurgia são na realidade duas: Trauma gravíssimo na coluna lombar e Síndrome da Cauda-Equina, são não houver essas condições confirmadas, sempre é importante considerar o tratamento conservador como a Quiropraxia.

Todo bom tratamento de Quiropraxia tem que ser composto de objetivos bem delineados e factíveis para alcançar o resultado desejado.

1 – Eliminar qualquer sintoma neurológico com irradiação para membros inferiores (Fraqueza, formigamento, adormecimento) – quer dizer que o nervo está novamente com sua passagem pelo forame intervertebral preservado ou mesmo a medula espinhal pela sua passa na coluna vertebral.

2 – Eliminar qualquer dor local decorrente a mudança funcional e estrutural da coluna. (Subluxação, encurtamento muscular e outros) – A maioria dos casos de Hérnia de Disco ocorre por mau cuidado em relação postura e a utilização da mecânica do corpo humano obviamente inclui a coluna vertebral. Portanto a correção funcional e mecânica é necessária.

3- Estabilização muscular e articular da região acometida –  (Fortalecimento e Propriocepção) – O fato de retirar as imperfeições mecânicas não quer dizer que está totalmente reabilitado pela Quiropraxia, é necessário fortalecer três grupos musculares: Os paravertebrais lombar, abdômen e glúteos com rotadores do Quadril. Assim teremos uma melhor tonificação muscular e isso consequentemente gera a estabilidade para utilização posterior da coluna lombar.

Temos que considerar as variantes de cada paciente, porem o tratamento para hérnia de disco na Quiropraxia (e seus benefícios) deve conter os 3 pontos de objetivos.

Em relação ao protocolo aplicado para correção, na Quiropraxia existe vários como protocolo de Cox, Mckenzie entre outros. Somente um Quiropraxista associado a ABQ (associação Brasileira de Quiropraxia) pode decidir o melhor caminho com segurança.

Todo bom tratamento de Quiropraxia tem que ser composto de objetivos bem delineados e factíveis para alcançar o resultado desejado.

1 – Eliminar qualquer sintoma neurológico com irradiação para membros inferiores (Fraqueza, formigamento, adormecimento) – quer dizer que o nervo está novamente com sua passagem pelo forame intervertebral preservado ou mesmo a medula espinhal pela sua passa na coluna vertebral.

2 – Eliminar qualquer dor local decorrente a mudança funcional e estrutural da coluna. (Subluxação, encurtamento muscular e outros) – A maioria dos casos de Hérnia de Disco ocorre por mau cuidade em relação postura e a utilização da mecânica do corpo humano obviamente inclui a coluna vertebral. Portanto a correção funcional e mecânica é necessária.

3- Estabilização muscular e articular da região acometida –  (Fortalecimento e Propriocepção) – O fato de retirar as imperfeições mecânicas não quer dizer que está totalmente reabilitado pela Quiropraxia, é necessário fortalecer três grupos musculares: Os paravertebrais lombar, abdomen e glúteos com rotadores do Quadril. Assim teremos uma melhor tonificação muscular e isso consequentemente gera a estabilidade para utilização posterior da coluna lombar.

Temos que considerar as variantes de cada paciente, porem o tratamento para hérnia de disco na Quiropraxia deve conter os 3 pontos de objetivos..

Devemos lembrar que levou tempo para o corpo atingir certo grau de degeneração, então é normal e compreensivo esperar um determinado tempo para sua recuperação.

Removendo-se a subluxação articular e devolvendo o bom funcionamento e uma congruência ideal para articulação, há um alívio dos sintomas e remissão da dor.

Procure um quiropraxista e viva bem e com plenitude…

O que é Quiropraxia?

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a Quiropraxia é uma profissão da saúde que lida com o diagnostico, tratamento e a prevenção das desordens do sistema neuro-músculo-esquelético e dos efeitos destas desordens na saúde em geral. Há uma ênfase em técnicas manuais, incluindo o ajuste e/ou a manipulação articular, com um enfoque particular nas subluxações.

Veja essa matéria sobre Quiropraxia : 

Essa matéria mostra quais são as indicações, sinais e sintomas que a quiropraxia pode ajudar a resolver. Casos como dores de coluna, dores na região cervical, torácica, lombar, ciático, entre outras são as principais indicações para essa técnica da fisioterapia.

Os conceitos da Quiropraxia

Os conceitos e os princípios que distinguem e diferenciam a filosofia da Quiropraxia de outras técnicas da fisioterapia são de grande importância para os quiro praxistas e influenciam profundamente a atitude e a abordagem destes em relação à atenção à saúde.

A relação da Quiropraxia

A relação entre a estrutura, particularmente a coluna vertebral e a função do sistema músculo-esquelético especialmente coordenadas pelo sistema nervoso, constitui a essência da Quiropraxia e o seu enfoque para a restauração e preservação da saúde.

Prática da Quiropraxia

O exercício da Quiropraxia enfatiza o tratamento conservador do sistema neuro-músculo-esquelético, sem o uso de medicamentos e procedimentos cirúrgicos. Causas e conseqüências biopsicossociais também são fatores significativos na abordagem do paciente.

Quais melhores massagens eróticas para apimentar a relação

Não há quem não goste de uma boa massagem para relaxar e se desligar dos problemas do dia a dia. Mas você já experimentou …

5 dicas de como fidelizar seus pacientes de fisioterapia

Um dos principais processos que uma clínica de fisioterapia pode passar é o de fidelizar pacientes. Embora a maioria das …

Saúde: confira porque alimentação e atividade física se complementam

Alimentar-se de forma saudável e cuidar da própria saúde são atitudes que qualquer ser humano precisa ter para que tenha …