Dicas de Fisioterapia para Pacientes e Fisioterapeutas

Leia nossos artigos. Melhore o seu estilo de vida agora!

Interior de uma clinica de fisioterapia

CLÍNICA DE FISIOTERAPIA O QUE É? E COMO ENTENDER SUAS ESPECIALIDADES?

Bom, quando se pensa em clínica de fisioterapia logo vem a mente um espaço grande, com muitos aparelhos e pessoas indo e vindo com roupas brancas e muitas macas, não é mesmo? Bom leia este artigo até o final que vou te mostrar tudo o que precisa saber sobre clínica de fisioterapia!

Mas o que precisa ficar claro é que clínica vem do verbo clinicar, que nada mais é que interpretar os sinais e sintomas que o paciente apresenta e propor e aplicar uma conduta terapêutica.

Isso pode ser feito tanto por médicos, fisioterapeutas, psicólogos, terapeutas ocupacionais, fonoaudiólogos, entre muitas outras profissões da área da saúde.

Nessa interpretação cabe o que chamamos de exames complementares, que são testes validados feitos por imagens ou por fluidos orgânicos em que podemos corroborar com os achados clínicos como testes, palpações e verificação visual. Temos hoje no Brasil uma ideia que se o médico não pede exame e ele não esta cumprindo seu papel, acha-se que o exame será a chave para resolver o seu problema, mas não é assim que ocorre.

Dentro da área da saúde temos uma máxima que diz que a clínica é soberana, isto é, os exames clínicos descritos são mais fiéis que os exames de imagens como raio-x, tomografia computadorizada, ultra som e ressonância magnética.

Isso por que muitas vezes aquele quadro apresentado não é causado pelo achado nos exames. Por exemplo, um paciente chega com uma dor na face posterior do glúteo em irradiação até o pé. A princípio qualquer profissional da área atestaria que se trata de uma dor ciática. Sendo assim, resolve-se fazer um exame de imagem, uma ressonância magnética e encontra-se uma hérnia de disco na região de L2 (segunda vértebra lombar). Com pouco estudo sabe-se que a região que apresenta a hérnia não poderia estar gerando aquele sintoma até o pé, sendo assim não é a hérnia que esta gerando aquele problema. E isso é muito comum.

Clinicar é diferente de ter uma clínica

Quando pensamos em clinicar precisamos estar em dia com nossos estudos e sabermos de ato o que cada sinal e sintoma quer dizer, e caso tiver um exame de imagem saber relacionar e ver se a imagem de fato corresponde aos achados clínicos.

Pois, ultimamente muitos profissionais se baseiam tanto na imagem que esquecem da máxima e acabam fazendo diagnósticos equivocados gerando aborrecimento e prejuízo ao paciente e, ao mesmo tempo frustração e desconfiança para com o profissional.

Sendo assim a ideia de uma clínica diminuta e altamente especializada esta muito mais próxima da realidade clinica do que uma clínica grande onde não se tem o olhar especializado para cada pessoa e não saiba exatamente o que fazer, aplicando protocolos pouco coerentes e resolutivos, gerando um grande numero de consultas e baixa resolutividade comprometendo o trabalho de outros profissionais da mesma área que acabam ficando desacreditados.

Nossa clínica

Nossa clínica de fisioterapia tem a finalidade de entender e tratar o paciente de forma exclusiva e personalizada, e entendemos que a independência do paciente é nossa maior conquista, pois se o paciente cria dependência do tratamento, o que em alguns casos é inevitável como manutenção, ele não estará empossado e consciente da própria saúde.

Por isso temos na nossa clínica a premissa de que após melhora de 80 a 90% dos sintomas, normalmente conseguidos após algumas consultas em maca o paciente precisa aprender sobre o seu problema, fazendo aquilo que será bom para evitar novas recidivas, assim como evitar fazer coisas que possam gerar novamente o problema.

Portanto o atendimento especializado e personalizado é a chave para que nosso serviço seja tão bom com uma taxa de resolutividade acima de 90% dos pacientes que nos procuram e seguem o tratamento até o final.

Não existe magica na anatomia e na biomecânica, é importante que isso seja claro para que a responsabilidade da melhora seja distribuída em partes iguais entre o terapeuta e o paciente, assim, com esse engajamento qualquer problema não cirúrgico fica fácil de resolver.

Fisioterapia no futuro

Entendo que a fisioterapia esta saindo do armário, no sentido de que até a pouco tempo atrás vivíamos como uma profissão de segunda mão. Isso quer dizer que só éramos tidos como úteis após uma indicação médica.

Então não é necessariamente verdade, claro que podemos ser indicados por um medico assim como podemos indicar o paciente a um medico caso não não esteja sobre nossa tutela o tratamento dele, mas o que esta acontecendo e com muita alegria e confiança da minha parte é que o fisioterapeuta cada vez mais esta sendo visto como um profissional de primeiro contato, o que ao meu ver é o mais correto a ser feito.

Seja para facilitar os serviços de saúde ou para escalonar a partir dos serviços mais básico o fisioterapeuta tem o papel de ser o primeiro profissional a ser procurado nos casos de dores e problemas ortopédicos e traumáticos, este ultimo de pequena monta.

Por que a conduta do tratamento fisioterapêutico é muito menos agressiva ao organismo que a conduta medica de forma geral, pois caso o paciente melhore sem a ingestão de remédios e com condutas que vão lhe ensinar a lidar com a questão, então essa conduta foi menos danosa para sua saúde presente e futura.

Não que os médicos não devam ser consultados em casos de dores mas normalmente a conduta medicamentosa não trata o problema em si, e sim os sintomas, diferente da conduta do fisioterapeuta que ira entender e propor uma reversão do quadro por meio dos mesmos canais ao qual ele se lesionou, ou seja, do seu ambiente e cotidiano.

Por meio de tudo isso o fisioterapeuta esta se valorizando como profissional, tanto na sua condição inerente de ser consultado em primeira mão, o que por si só já configura uma posição de valorização da sua conduta, quanto da remuneração e do valor cobrado pelas consultas, que certos profissionais por não terem a confiança ou o conhecimento necessário acabam por se desvalorizar ao ponto de não valer mais a pena ficar na profissão.

Acho que no futuro a fisioterapia será cada vez mais presente e crescerá como a principal profissão ao se tratar de dores e com isso ganha-se todos. A população por ter opções mais sadias e resolutivas para suas pendencias, o fisioterapeuta pelo papel de tratar e principalmente ensinar o paciente sobe seu problema biomecânico e os médicos por não terem pacientes que voltam sem melhoras aos seus consultórios queixando-se da profissão como um todo.

Quais melhores massagens eróticas para apimentar a relação

Não há quem não goste de uma boa massagem para relaxar e se desligar dos problemas do dia a dia. Mas você já experimentou usar de técnicas de massagem voltadas para o prazer sexual?

De acordo com o site Canal Minas, além de proporcionar o relaxamento tradicional, as massagens eróticas, conhecidas também como massagens sensuais – estimulam a libido e excitação do casal, aumentam o prazer, a intimidade e são a preliminar perfeita para uma hora “H” inesquecível.

Conheça os tipos de massagem erótica que vão tornar sua relação ainda mais apimentada. Nós selecionamos os melhores tipos de massagem para tornar sua relação ainda mais apimentada e ousada, confira:

Massagem Tântrica

A massagem tântrica é uma técnica milenar que se baseia na filosofia do Tantra. O objetivo dessa massagem é estimular a sexualidade e sensibilidade através das energias do corpo, proporcionando excitação mais intensa através dos toques e movimentos das mãos e também da respiração. Na massagem tântrica se busca expandir o prazer e a energia sexual, sendo a pedida certa para potencializar orgasmos e tornar o sexo ainda mais íntimo e satisfatório.

Há profissionais especializados em massagem tântrica, pois essa categoria também é conhecida como uma forma de terapia. Os atendimentos podem acontecer individualmente ou com casais, mas no segundo caso o massagista tântrico funciona mais como um orientador que guia o casal sobre a execução das técnicas.

Dicas para fazer uma massagem tântrica

Antes de realizar uma massagem tântrica que apimente a relação, é importante seguir alguns passos simples: comece escolhendo um bom óleo de massagem e prepare o clima do ambiente. Você pode comprar óleos específicos para massagens sensuais, escolher músicas relaxantes para o momento e preparar uma iluminação baixa ou à luz de velas, seguindo o mais adequado para gosto do casal. Depois de cuidar desses detalhes, é só se empenhar nos toques e movimentos no corpo da(o) parceira(o), sem pressa e com muita dedicação!

Massagem Tailandesa

A massagem tailandesa, que apesar do nome nasceu na Índia, também é uma técnica milenar e usada não só com cunho sexual, mas terapêutico. Assim como a massagem tântrica, a massagem tailandesa é uma ótima alternativa para ter uma preliminar apimentada e um sexo ainda mais íntimo e sensual. Nela os toques não acontecem só através das mãos: partes do corpo como seios, barriga, bumbum, coxas e partes íntimas são usadas como instrumento de toque e estimulação. Por esse motivo, o tesão é potencializado e a hora “H” fica ainda mais prazerosa e intensa.

Dicas para realizar uma massagem tailandesa

Não abra mão de bons óleos de massagem, principalmente os voltados para o estímulo do prazer sexual. O ambiente também precisa estar adequado ao clima, desde a iluminação à música ambiente devem estar de acordo com o momento de intimidade. E para as mulheres, uma dica interessante é investir em uma lingerie sensual. Com tudo pronto, inicie a massagem sem pressa, explorando cada parte do corpo de seu ou sua parceiro(a) através de seu próprio corpo. Usar a imaginação e não ter pudores é garantia certa de prazer!

Massagem Lingam

Essa técnica de massagem que é vinculada ao Tantra, é direcionada e focada no órgão sexual masculino. Utilizada também como terapia para tratar casos de ejaculação precoce, falta de libido e dificuldade de ereção, possui potencial para ser uma massagem íntima e erótica em seu parceiro. A massagem lingam se diferencia de uma masturbação, ainda que ela consista em explorar o pênis e a região genital com toques e movimentos. As vantagens dela são os estímulos e a liberação de energia sexual, proporcionando orgasmos ainda mais intensos e prazerosos.

Dicas para realizar uma massagem lingam

Por ser uma categoria menos conhecida popularmente, a sugestão é ler bastante sobre as técnicas e formas de realizar. Não deixe de investir nas dicas clássicas: bons óleos de massagem, um ambiente propício e agradável e toques delicados e sem pressa. Seu parceiro vai adorar!

Massagem Yoni

A massagem yoni também é derivada do Tantra, mas sua particularidade é ser voltada apenas para mulheres. O foco dessa massagem é a vagina, e o objetivo é proporcionar à mulher prazer sexual e libertação de tensões, tendo como consequência orgasmos profundos. Assim como a massagem lingam, a técnica de yoni não é uma mera masturbação. Envolve toques e exploração da região genital feminina de modo que a mulher consiga atingir o ápice de sua sexualidade.

Dicas para realizar uma massagem yoni

Leia e estude bastante sobre essa técnica, e, principalmente, esteja aberto(a) a ouvir sua parceira, permitindo ser guiado por ela. Lembre-se também das dicas clássicas sobre o clima, local e óleos de massagem. Como resultado você verá sua mulher realizada sexualmente, disposta a viver mais ainda desse prazer a dois!

Essas são algumas das melhores técnicas de massagem que ajudam a tornar sua vida sexual ainda mais plena e satisfeita. Além de aumentarem a libido, o tesão e possibilitarem orgasmos intensos, são massagens que proporcionam uma maior intimidade entre os casais e tiram qualquer relação da monotonia e também pode ser usado alguns acessórios de um sex shop para expandir a criatividade. Depois de colocar em prática as dicas leitura, você não terá do que reclamar da sua vida a dois!

Saiba mais

Como saber se um plano de saúde é bom e confiável?

Ter um plano de saúde é muito importante, mas como optar por um plano de saúde confiável? 

Afinal, o plano de saúde funciona como se fosse um “seguro”: você paga as mensalidades para quando e se precisar, poder contar com médicos e uma boa rede especializada. 

Assim, para saber se um plano de saúde é confiável, são necessários alguns passos e um pouco de pesquisa. 

É importante citar que no Brasil, as operadoras de planos de saúde são regulamentadas e devem seguir normas e prazos. 

A escolha do melhor plano de saúde depende de vários fatores, tais como perfil do beneficiário, se há dependentes ou não, bem como, obviamente, o fator financeiro. Ou seja, o quanto a mensalidade do plano de saúde custará e como isso impactará no orçamento familiar. 

Portanto, não existe um melhor plano para todos. Mas, dentre os diversos planos de saúde, existe um plano de saúde confiável, que é o que você deve escolher, conforme seu perfil. 

Vamos te descrever como ter a certeza que o plano de saúde que está escolhendo, é confiável. Confira! 

Veja algumas dicas para entender se o plano é confiável a seguir! 

O primeiro passo é você verificar a operadora do plano de saúde na Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), que é o órgão que regulamenta os planos de saúde no Brasil. 

De fato, a ANS faz uma análise no ano que passou de alguns critérios em relação a todos os planos de saúde. Dessa forma, você tem acesso a essa análise, consultando o site da ANS. 

A ANS também analisa se o plano de saúde cumpre os prazos máximos para a realização de exames e cirurgias, por exemplo. 

Ou então, se o plano se nega a prestar cobertura de eventos descritos no rol de procedimentos cobertos pelos planos de saúde. 

Há o monitoramento desses critérios, pela ANS, através das reclamações feitas pelos beneficiários. 

  • Consulte se o plano está ativo 

No próprio site da ANS, você consegue buscar a informação se a operadora do plano que deseja está ativo. Essa informação é importante, para você não contratar um plano de saúde que não está mais ativo. 

Nesse mesmo site, você consegue também pesquisar a respeito de quais cidades aquele plano de saúde atende, quais são as carências e os prazos. 

Além disso, você também consegue consultar a rede credenciada, incluindo laboratórios e hospitais. 

  • Busque informações e opiniões dos beneficiários 

Hoje, com as redes sociais, é muito fácil buscar informações sobre o plano de saúde individual de uma operadora, por exemplo. 

Veja no Facebook, Twitter e Instagram os comentários dos beneficiários do plano de saúde que você está pesquisando. 

Uma boa opção também é o site Reclame Aqui. 

Óbvio que não existe nenhum plano que não tenha reclamações. Mas, será que a operadora consegue resolvê-los, dentro de um tempo adequado? 

Como é a solução de problemas? Os prazos são seguidos? 

  • Veja a rede credenciada 

Uma das maiores propagandas que as operadoras de planos de saúde têm é sua rede credenciada. 

Mas, nem sempre quando a operadora vende a propaganda, a rede credenciada está atualizada. Portanto, antes de contratar qualquer plano de saúde, veja se o hospital de referência o qual você procura atende aquele plano. 

Para isso, é simples: basta você ligar ao hospital e perguntar se aquela instituição atende o plano de saúde que você está interessado (a). 

  • Consulte um corretor de saúde 

Se você se sente inseguro (a) com tantas pesquisas que deveria fazer, existe uma maneira mais simples: consultar um corretor de saúde. 

Assim como um corretor de seguros do seu carro, um corretor de saúde pode te apresentar as diversas opções de planos, de acordo com o seu perfil. 

  • Por que contratar um plano de saúde confiável é importante? 

Primeiramente, o Brasil é um país que estabelece que a saúde é um direito do cidadão e um dever do Estado. 

Porém, o Sistema Único de Saúde enfrenta muitas dificuldades e assim, a rede de Sistema de Saúde Suplementar, formada pelas operadoras de planos e seguros de saúde, procura atender a um público que busca atendimento rápido e também de muita qualidade. 

Em todas as fases da vida, ter um plano de saúde confiável é importante. Quando se é criança, pode-se contar com pediatras e hospitais infantis de qualidade. 

No caso das mulheres, no período de gestação, elas podem consultar a obstetra e fazer exames essenciais para o pré-natal. 

Quando se pensa na terceira idade, sabe-se que mesmo tendo uma vida saudável, aumenta-se o número de consultas e também a possibilidade de surgirem doenças crônicas, por exemplo. 

Dessa forma, é possível observar que em todas as fases da vida, ter um plano de saúde que vai corresponder ao que foi contratado, com alta qualidade no atendimento, é essencial. 

Quando se fala em plano de saúde confiável, é importante lembrar que os planos de saúde precisam seguir as normas e prazos estabelecidos pela ANS. As carências e as coberturas também devem estar descritas na apólice contratada, ou no contrato entre beneficiário e operadora. 

Tomando esses cuidados, você certamente não terá dores de cabeça no futuro e poderá contratar um plano de saúde confiável para você e sua família! 

Quais melhores massagens eróticas para apimentar a relação

Não há quem não goste de uma boa massagem para relaxar e se desligar dos problemas do dia a dia. Mas você já experimentou …

5 dicas de como fidelizar seus pacientes de fisioterapia

Um dos principais processos que uma clínica de fisioterapia pode passar é o de fidelizar pacientes. Embora a maioria das …

Saúde: confira porque alimentação e atividade física se complementam

Alimentar-se de forma saudável e cuidar da própria saúde são atitudes que qualquer ser humano precisa ter para que tenha …