Blog

Dezenas de artigos. Melhore seu estilo de vida agora!

Nutricionista esportivo: para que serve e sua importância

O interesse do brasileiro por esportes é algo conhecido há bastante tempo, já tendo se tornado um fator propriamente cultural, já o papel do nutricionista esportivo não é todo mundo que compreende, embora seja muito interessante.

De fato, esse profissional nos faz lembrar que a importância do esporte não se resume em acompanhar algumas modalidades pela televisão. 

Na verdade, todos nós precisamos ter uma vida pautada em atividades físicas, tudo com foco e planejamento.

Até porque essa é uma dimensão da vida que envolve várias frentes ao mesmo tempo, e não apenas um esporte, a malhação ou qualquer outro treino em uma academia. 

Falar em remédio manipulado para emagrecer, por exemplo, pode fazer parte.

Justamente, por isso é preciso ter um suporte de profissionais da área, sejam eles nutricionistas, fisioterapeutas ou médicos de qualquer outra especialidade.

A questão é que trabalhar a saúde envolve a pessoa toda, tanto o corpo quanto a alma.

Inclusive, não é raro ouvir falar em atividades que oscilam entre o exercício físico e o equilíbrio psicológico, como é o caso do pilates, prática que tem se popularizado cada vez mais. Também as modalidades de meditação têm crescido entre nós.

Outro exemplo de proposta que equilibra melhor o corpo e a mente é o do RPG para escoliose, que ao mesmo tempo em que trabalha a Reeducação Postural Global, lida também com a respiração, a concentração e os estados de ânimo da pessoa.

Além disso, o mercado de academias e de insumos nutricionais, que está diretamente ligado a ele, é algo que verifica um franco crescimento. 

Quem comprova isso é a própria Abenutri, que é a Associação Brasileira de Empresas de Produtos Nutricionais.

Segundo levantamento da instituição, o setor cresceu quase 10% no último período, o que em termos de faturamento significa algo em torno de R$ 270 milhões. 

Ao passo que o país já conta com mais de 30 mil academias e 28 milhões de alunos e praticantes.

Outro modo de comprovar isso é a própria busca por tais soluções na internet, que hoje em dia é bem maior do que há alguns anos atrás. 

Por exemplo, ao buscar por algo como academia para emagrecer, surgem milhares de resultados em poucos segundos.

Por isso, é que decidimos tratar desse assunto aqui, escrevendo este artigo para explicar melhor qual a finalidade e a importância do nutricionista esportivo, que tem um papel central em todo esse universo de esportes, exercícios e área da saúde.

Ao mesmo tempo, vamos explorar outros pontos essenciais que ajudam a compreender melhor o assunto, entre os quais alguns detalhes da nutrição esportiva enquanto profissão, seus objetivos e, por fim, a importância e os benefícios no longo prazo.

O ponto mais bacana é que essa profissão ou disciplina tem se tornado cada vez mais multidisciplinar, ou seja, capaz de convergir para outras áreas da saúde. 

Assim, o nutricionista esportivo pode falar de alimentação ou de bioética, de saúde ou de farmácia.

Sendo assim, se você quer entender de uma vez por todas como a carreira do nutricionista esportivo é importante para a conjuntura cultural em que vivemos, entendendo melhor como ele se insere na sociedade e como pode ajudar cada um de nós, siga adiante.

O conceito dessa profissão

Como o nome já sugere, essa área multidisciplinar é aquela em que a nutrição biológica e os esportes ou exercícios se encontram, seja academicamente para estudo ou profissionalmente como consultoria de pacientes específicos.

Conceitualmente, é importante frisar que esse profissional estuda vários campos do saber, com vistas a ter uma atuação de prevenção ou de proposição.

De outro modo, ele precisa evitar que um paciente, aluno ou esportista se prejudique durante um treino, evitando lesões, contusões, fraturas e afins, ao mesmo tempo em que propõe o necessário para um melhor aproveitamento, de maneira ativa ou reativa.

O papel da customização está no fato de que as pessoas são diferentes, por exemplo, para um talvez ainda não seja a hora de mudar sua alimentação, ao passo que outros talvez já possam entrar com uma dieta que inclua marmita fit low carb diariamente.

Assim, as áreas envolvidas na profissão do nutricionista esportivo são as seguintes:

  • Bioquímica;
  • Biologia tradicional;
  • Fisiologia;
  • Nutrição tradicional;
  • Farmacêutica;
  • Bioética;
  • Educação física.

Enfim, são vários campos que se cruzam para formar o pano de fundo necessário na hora de atuar do modo como colocamos acima, impactando concretamente a vida de pessoas que buscam soluções para a saúde e para a estética do corpo.

As funções mais práticas

Além do panorama teórico do profissional da área de nutrição esportiva, precisamos falar também do aspecto mais prático e propriamente funcional da área.

De fato, quem entra no segmento de esportes, exercícios e busca por melhorias no corpo e na mente está focado em desempenho, performance e mudanças muito concretas.

Nesse sentido, o profissional pode impactar a vida do aluno ou paciente de maneiras diversas, o que também tem um aspecto bastante positivo, por ser algo mais abrangente, segundo uma visão holística, ou seja, que abrange o ser humano na sua totalidade.

Como já referido, a alimentação e o recurso de uma marmita fitness congelada durante a semana pode ser um dos aspectos dessa intervenção mediada. 

Já em termos mais técnicos, tudo isso pode incluir entrar com o uso de minerais, vitaminas e suplementos.

Depende mesmo dos objetivos de cada atleta ou aluno, sem dúvida. Ao mesmo tempo, questões como os exercícios físicos e as baterias de treino também dependem de um acompanhamento personalizado, sempre levando em conta o caso a caso.

Por fim, outra vantagem da customização do suporte é que aspectos como estilo de vida, qualidade do sono e até ambiente de trabalho podem fazer parte dessa fórmula.

De fato, ter um cargo muito estressante, dormir pouco ou viver estressado no trânsito são coisas que podem impactar diretamente em uma vida de treinos, então isso também precisa ser levado em conta, sem negligência ou perda de foco.

Objetivos da profissão

Em termos ainda mais práticos, podemos falar de como essa profissão de nutricionista esportivo se dá. 

O que também é dizer, os modos como ela pode cruzar a vida das pessoas concretas que buscam tais soluções.

Isso serve para desfazer algumas confusões, como a do fato de que o nutricionista esportivo não pode prescrever medicamentos. 

Mais ou menos como no caso da psicologia, em que terapeutas não podem medicar, mas psiquiatras, sim.

O principal profissional a prescrever medicamentos sempre foi o médico, com algumas poucas exceções no caso de farmacêuticos.

Quando se fala em médicos osteopatas, por exemplo, ou qualquer outra abordagem mais tradicional e mais holística, aí a medicação ganha traços ainda mais abrangentes e mais interessantes, embora mesmo nesse caso não caibam ao nutricionista.

Ainda assim, por parte do nutricionista esportivo, o fundamental é abordar o aluno, atleta ou paciente por vários ângulos. 

O primeiro passo nisso é estudar o histórico de saúde da pessoa, para que todos os fatores em jogo possam ser levados em conta.

Inclusive, o próprio histórico genético também é importante, para levar em conta inclinações que podem causar vantagens ou desvantagens, como facilidade para perder peso, ou menor elasticidade por fatores herdados.

Até a composição corporal de cada um será analisada de maneira mais detida, como o percentual que a pessoa tem em termos de massa magra ou de gordura. Só depois disso é possível cruzar os objetivos do esporte ou exercício com a realidade.

Um aspecto bacana é que os exames laboratoriais fazem parte desse suporte. 

Portanto, embora o nutricionista não possa medicar, é ele quem encaminha a pessoa para o médico especialista, ou para os devidos pedidos de exame laboratorial, fazendo a ponte entre as partes.

Benefícios e importância

Já referimos, de passagem, que os objetivos para procurar um nutricionista esportivo podem ser muitos, mas é preciso aprofundar nesse ponto.

Por exemplo, um aluno ou atleta que queira apenas ganhar massa, ou então ganhar mais elasticidade, ou mesmo o preparo para certo atletismo específico, que pode exigir força de explosão, ou força de resistência, e daí em diante.

Aí é que entram os benefícios e a importância desse profissional. A verdade é que hoje existem milhares de academias pelo país, muitas delas com maquinário de primeira e tecnologias incríveis, como totens robôs logo na entrada, para receber os clientes.

Contudo, o que realmente vai fazer a diferença de um aluno ou de um atleta é ter esse acompanhamento que ajuda a guiar o esforço, trazendo performance, focalização da energia, controle de peso, das diferentes massas do corpo e até da hidratação devida.

Considerações finais

Resumindo, a busca por academias e soluções saudáveis ligadas ao corpo é algo que cresce cada vez mais. Na parte de alunos e atletas não é diferente, daí a importância do nutricionista esportivo.

Com os pontos que aprofundamos acima, fica muito mais fácil entender para que serve esse profissional, sua importância e todos os demais aspectos que exploramos.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 sintomas de Lombalgia: fique por dentro

Segundo a própria Organização Mundial da Saúde, a OMS, a lombalgia é uma dor que afeta cerca de 80% da população mundial, …

Lombalgia: saiba suas principais causas

É comum ouvir de pessoas ou até mesmo sentir dores nas costas de vez em quando, mas vale mencionar que existe um quadro …

Incontinência urinária: 3 exercícios para diminuir esse problema

É conhecida a afirmação de que quando estamos com saúde não percebemos, nem paramos para pensar nesses assuntos. Porém, …