Blog

Dezenas de artigos. Melhore seu estilo de vida agora!

O que prende e o que solta o intestino do cachorro?

Conheça alimentos e fatores que podem causar ou evitar problemas digestivos nos cães

 

Um fato que nem todo mundo sabe é que os cachorros não podem se alimentar de qualquer comida. Por esse motivo, muitos donos acabam oferecendo para seus pets o mesmo que eles comem.

Porém, isso pode atrapalhar o funcionamento digestivo dos animais, soltando ou prendendo seu intestino. Além disso, também existem alguns cuidados a serem tomados com a rotina do pet para evitar desarranjos intestinais.

Sabendo da importância desse assunto, preparamos este texto. Entenda os fatores que podem causar prisão de ventre nos animais e conheça os alimentos que causam diarreia e os alimentos que não devem ser oferecidos de forma alguma aos pets. Além disso, saiba mais sobre sintomas e soluções dos problemas digestivos e descubra por que a ração de cachorro é a melhor opção para alimentá-lo!

Fatores que causam prisão de ventre

A prisão de ventre no cachorro pode ser comum. Contudo, muitas vezes, os donos ignoram os sintomas e acabam não enxergando o problema, tampouco buscam solucionar a situação mudando a alimentação e a rotina do cachorro.

Entre os sintomas da constipação em animais podemos citar: dificuldade para defecar; poucas fezes; presença de secreções nas fezes, como sangue e muco; além de perda de apetite, inchaço e vômito.

É importante estar atento e evitar que o cachorro enfrente esse problema. Para isso, é necessário oferecer ao cachorro uma alimentação à base de ração seca, que contém mais fibra, e equilibrá-la com comida mais úmida, que contém maiores quantidades de água.

Também, é essencial que o cão beba bastante água e faça exercícios, para evitar a desidratação e o sedentarismo. Além disso, a ingestão de corpos estranhos, como brinquedos, roupas, objetos, grama e pedras, causa constipação e deve ser evitada.

Alimentos que causam diarreia

Bom, agora que você já viu o que pode causar prisão de ventre, é hora de conhecer o que causa o efeito contrário: a diarreia, que também é um problema a ser evitado. Alguns alimentos que podem causar diarreia incluem leite e derivados, abacate, adoçante artificial, doces, entre outros.

Alimentos proibidos para cães

A digestão de cães e gatos é diferente da digestão dos humanos. Por isso, alguns alimentos podem acabar provocando indigestão, diarreia, vômito, intoxicação, entre outros problemas de saúde nos pets. Confira uma lista com alimentos a serem evitados:

  • Cebola e alho: pode provocar intoxicação grave, além de perda de sangue por urina e icterícia;
  • Leite e derivados: pode provocar náusea, diarreia e dores abdominais;
  • Doces: formam cáries e tártaro na dentição dos dentes, além de aumentar a chance de o cão se tornar obeso e diabético;
  • Chocolate: pode causar intoxicação grave e até mesmo morte;
  • Batata: em especial a inglesa pode causar problemas gastrointestinais e depressão no sistema nervoso central;
  • Alimentos gordurosos: podem provocar desarranjo intestinal e, em casos mais graves, pancreatite;
  • Semente de maçã: altamente tóxica para cães e gatos;
  • Alguns tipos de frutas, como abacate, abacaxi, carambola, laranja, limão e tomate verde.

Qual a melhor opção de alimento?

Existem alguns alimentos que podem ajudar caso o cão esteja com prisão de ventre, como vegetais, folhas verdes, fibra de coco, azeite de oliva e abóbora. Além disso, é importante que o cão consuma bastante água!

Lembrando que o ideal é sempre pesquisar sobre quais alimentos podem ser consumidos pelos cães e quais entram na lista de proibidos. Além disso, caso seu cão esteja com prisão de ventre, diarreia ou outro problema digestivo, ele deve ser levado ao veterinário, que vai fornecer o tratamento adequado.

Apesar de haver alimentos que ajudam, a ração sempre é a melhor opção para nutrir e satisfazer os cães. É um alimento próprio para os pets, que possui ingredientes corretos com os nutrientes que eles precisam. Além disso, a ração é um alimento saboroso, seguro e saudável.

Embora não seja necessário, caso o dono queira variar na alimentação, ele pode dar petiscos aos animais. O importante é sempre oferecer alimentos feitos para cachorros!

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 sintomas de Lombalgia: fique por dentro

Segundo a própria Organização Mundial da Saúde, a OMS, a lombalgia é uma dor que afeta cerca de 80% da população mundial, …

Lombalgia: saiba suas principais causas

É comum ouvir de pessoas ou até mesmo sentir dores nas costas de vez em quando, mas vale mencionar que existe um quadro …

Incontinência urinária: 3 exercícios para diminuir esse problema

É conhecida a afirmação de que quando estamos com saúde não percebemos, nem paramos para pensar nesses assuntos. Porém, …