Dicas de Fisioterapia para Pacientes e Fisioterapeutas

Leia nossos artigos. Melhore o seu estilo de vida agora!

4 opções de lanches saudáveis para o pré-treino

Se tem algo que é indiscutível é o crescimento do mercado de academias e do universo fitness como um todo. Em torno desses setores surgem outras soluções, como a dos lanches saudáveis para os treinos em academias.

Basicamente, existe toda uma rotina para quem realmente leva uma vida mais saudável, associada não apenas à alimentação, mas também aos exercícios rotineiros. Aí é que surge o contexto dos lanches pré-treino e pós-treino.

Isso ocorre, pois não é possível comer qualquer coisa antes ou depois de usar aparelhos de academia, já que alguns alimentos são contraindicados por poderem causar desde desconforto intestinal até quadros de vômito e mal-estar.

Além do mais, alguns lanches saudáveis vão trazer não apenas um bem-estar maior durante o treino, mas também vantagens. 

Todo mundo que começa a treinar já deve ter ouvido falar da banana para evitar cãibras, porém, é possível ir muito além.

Há alimentos saudáveis, leves e práticos que podem ajudar a diminuir a fadiga, dando mais vitalidade no treino. 

Outros diminuem cãibras e até dores musculares, chegando a acelerar a recuperação dos músculos e aumentar o ganho de massa boa.

Um dos principais motivos para tratar desse assunto é o crescimento do mercado fitness, que citamos acima e que pode incluir desde academias tradicionais até rack crossfit

Quem comprova isso é uma pesquisa recente da IHRSA Global Report.

Referência na área, o levantamento demonstrou que hoje o Brasil já conta com mais de 35 mil unidades de academias, perdendo apenas para os EUA e o Canadá, sendo que cinco anos atrás a quantidade não chegava a 20 mil unidades.

Os segmentos mais diretamente impactados são:

  • Academias no geral;
  • Boxes de crossfit;
  • Suplementos e alimentação;
  • Estúdios de pilates;
  • Roupas e acessórios.

Sendo assim, vai ser cada vez mais comum ver a comercialização de lanches saudáveis para pré-treino, mas isso requer alguns cuidados e conhecimentos. 

Por isso, decidimos escrever este artigo, trazendo aqui as melhores dicas da área.

Além de esclarecer os conceitos e objetivos desses lanches e alimentos, também aprofundamos qual é sua importância e seus impactos no curto e longo prazo.

O mais bacana é que, além de comprar, com as dicas também é possível preparar algo em casa. 

Assim, com a ajuda de um papel para embrulhar lanche, você leva para a academia, conseguindo economizar e garantir a procedência dos ingredientes.

Portanto, se você quer entender de uma vez por todas como melhorar seus treinos por meio de uma alimentação mais indicada, basta seguir adiante na leitura.

Quais são os benefícios?

Por “lanche” os dicionários entendem qualquer refeição rápida, podendo ir desde pão integral até frutas, vitaminas, iogurtes e mesmo macarrão ou arroz integrais.

Desse modo, o conceito de lanche natural é simplesmente trazer uma alimentação equilibrada que possa ajudar durante ou após um treino de academia.

Os objetivos são justamente os de manter a saúde da pessoa e as funções do corpo, como o metabolismo e a energia ligada às massas musculares de quem vai treinar.

Nesse sentido, o mesmo vale para quem treina em academias tradicionais, tanto quanto para exercícios mais leves como pilates para coluna, e exercícios mais pesados como crossfit.

A importância do lanche rápido nesse contexto também inclui reposição de proteínas e vitaminas básicas, com vistas a evitar mal-estar e até queda glicêmica no sangue.

O aumento da massa muscular que citamos é uma hipertrofia benéfica, que deve andar de mãos dadas com a reposição de carboidratos, que também acarretam a energia necessária.

Assim como os benefícios são garantidos com a alimentação adequada, há alimentos que precisam ser evitados, entre eles:

  • Refrigerante ou bebida muito açucarada;
  • Tubérculos como batata comum e nabos;
  • Fast food e alimentos industrializados;
  • Comida gordurosa (as frituras em geral).

Por fim, além de considerar o cardápio mais favorável, que vamos aprofundar adiante, é preciso lembrar que disciplina e rotina são igualmente importantes.

Deste modo, não adianta praticar a dieta fitness a pena às vezes, mas sim antes de todo treino. 

Também assim, os lanches saudáveis que vamos indicar precisam ser consumidos em um intervalo que fique entre uma ou duas horas antes do esforço.

1. O poder do carboidrato

Vimos que alguns tubérculos não são bem-vindos para uma ou duas horas antes do treino, como a batata comum, nabos e outros. 

Contudo, há alguns que são ricos em carboidratos e que são bem mais indicados.

É o exemplo da batata-doce, que fornece energia, e da mandioca que fornece um auxílio considerável para o ganho de massa, resistência e até volume muscular.

Também há outras opções que contribuem com funções essenciais como gasto de açúcar e gasto de gordura, que são funções metabólicas essenciais para um treino melhor.

Entre elas podemos incluir vários cereais, além de banana que é rica em carboidrato e contribui para o ganho de massa, e de grãos integrais que são extremamente nutritivos, como a quinoa, a aveia e a linhaça.

2. O papel das proteínas

Se o carboidrato ajuda com os músculos, a parte proteica e nutricional também precisa ser levada em conta, especialmente para quem deseja conter o ganho de massa saudável.

De fato, às vezes um treino mal feito pode acarretar alguns problemas que vão desde má postura e luxação até questões estéticas como flacidez na barriga tratamento.

O modo perfeito de evitar isso é conciliando uma bateria de testes corretos com uma dieta que acompanhe as funções metabólicas do corpo, evitando com isso o risco de distensões musculares, perda ou ganho excessivo de peso e a flacidez mencionada.

Aí é que entram as funções proteicas, sendo a mais conhecida delas a do ovo, que tem uma excelente concentração de proteína. 

Outro elemento que garante um bom aporte nutricional é o peixe, sobretudo salmão, tilápia e bacalhau.

Se a preferência for por carne vermelha, o mais indicado é optar por cortes magros, sem gordura e idealmente acompanhados de um ingrediente com carboidrato (como os indicados acima), além de verduras.

Aliás, a solução da proteína vegetal é muito importante para treinos, sobretudo os mais pesados, alguns exemplos são a ervilha e a lentilha.

Mas, caso você queira ficar apenas no lanchinho no sentido popular do termo, recorra ao pão com queijo cottage, que ajuda a repor a glutamina, que são moléculas que ajudam na reposição de proteínas que nutrem e reparam as células do corpo.

3. As vitaminas de frutas

Todo mundo sabe que as frutas fazem bem para qualquer dieta, mas alguns ignoram os efeitos positivos que elas podem ter quando conciliadas com água ou mesmo com leite, em vitaminas.

De fato, as frutas são ricas em água e frutose (açúcar saudável quando consumido da forma correta), ao passo que os leites são ricos em proteínas.

Por isso, uma vitamina é uma ótima opção para dar energia, equilibrando a proteína e hidratando o organismo para uma boa sessão de treino leve ou pesado.

Um exemplo clássico é a vitamina de banana, se possível com leite e pasta de amendoim, no caso, essa pasta também é rica em gorduras boas.

Soluções assim dão muita energia, e só não são indicadas para quem busca perda de calorias ou concilia o treinamento com serviços como os de uma clínica de estética corporal, que eventualmente pode indicar dietas contrárias.

4. As frutas naturais

Por fim, também é preciso contar com soluções práticas para a correria do dia a dia. 

Aí é que entram as frutas naturais, que você pode carregar na bolsa ou mochila e não precisa de muito esforço para consumi-las.

Se possível, opte por uma sala de frutas, que acompanhe ingredientes como granola, mel e cereais, perfeitos para um pré-treino, tanto em termos de proteínas quanto de vitaminas, energias e até minerais.

Os iogurtes de frutas também contribuem muito, mas caso a solução seja apenas a fruta, fique com bananas, maçãs e laranjas, que além dos benefícios já citados também aumentam a imunidade e até a força durante o treino.

Sanduíche e pós-treino

Você ficou pensando no lanche tradicional durante a leitura, como os famosos sanduíches de frango, patê de atum, peito de peru e tantos outros.

Na verdade, essas soluções são mais voltadas para o pós-treino, que embora também seja muito importante, tem algumas diferenciações em relação ao pré-treino.

A principal delas é a questão digestiva e metabólica de como o alimento se relaciona com nosso organismo. 

Alguns podem tirar energia e até dar sono, por exigirem mais do sistema digestivo.

Outros embora ajudem a despertar, como uma máquina de café expresso automática, também são mais indicados para o pós-treino, não para antes dele.

Por isso, os sanduíches que citamos podem ser consumidos cerca de vinte ou trinta minutos depois do esforço. 

Ricos em proteína e gordura, eles têm uma ação anti-inflamatória que ajuda a reduzir qualquer tipo de dor muscular.

Conclusão

Portanto, o crescimento do universo fitness é algo inegável, podendo incluir as academias tradicionais, as de crossfit, de pilates e muitas outras.

Também há alternativas como medicamento manipulado para emagrecer, porém, em todos esses casos uma dieta equilibrada é fundamental para o pré-treino.

Com os conceitos e conselhos práticos que trouxemos aqui, você vai conseguir se preparar com os melhores lanches saudáveis, obtendo resultados melhores e mais seguros.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Escreva um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

7 benefícios para criar um blog de fisioterapia

Muitas pessoas confundem blog com site, mas eles são diferentes em seu conceito, principalmente, no que diz respeito ao …

Óleos essenciais: confira 7 benefícios

Um prontuário médico digital pode encaminhar o paciente para os mais diversos tipos de tratamentos. 

4 benefícios do pilates para idosos

A prática de pilates para idosos pode ser uma ótima indicação, tendo em vista que a atividade é uma das que melhor se …