Blog

Dozen of articles. Improve your lifestyle now!

Aneurisma cerebral: o que é, sintomas e tratamento

Um aneurisma cerebral é uma protuberância em um vaso sanguíneo no cérebro. Esse inchaço pode vazar ou romper, causando sangramento no cérebro (acidente vascular cerebral hemorrágico). Na maioria das vezes, um aneurisma cerebral rompido ocorre no espaço entre o cérebro e os tecidos finos que o cobrem. Este tipo de acidente vascular cerebral hemorrágico, segundo os médicos neurologistas, é denominado hemorragia subaracnóide.

Um aneurisma rompido rapidamente se torna uma ameaça à vida e requer tratamento médico imediato. Contudo, a maioria dos aneurismas cerebrais não se rompem, criam problemas de saúde ou causam sintomas. Esses aneurismas são frequentemente detectados durante testes para outras condições. O tratamento para um aneurisma cerebral pode ser apropriado em alguns casos e pode prevenir uma ruptura no futuro.

Dor de cabeça

Uma dor de cabeça súbita e intensa é o principal sintoma de uma ruptura do aneurisma. Essa dor de cabeça é frequentemente descrita como uma das “piores dores de cabeça” já experimentada. Além disso, os sinais e sintomas comuns de um aneurisma rompido incluem:

  1. Náuseas e vômito;
  2. Torcicolo;
  3. Visão turva ou dupla;
  4. Sensibilidade à luz;
  5. Convulsão;
  6. Uma pálpebra caída;
  7. Perda de consciência.

Sintomas

Em alguns casos, um aneurisma pode vazar uma pequena quantidade de sangue. Este vazamento pode causar somente uma dor de cabeça súbita e extremamente forte. Uma ruptura mais grave geralmente ocorre após o vazamento. Por outro lado, um aneurisma não rompido maior pode pressionar os tecidos cerebrais e os nervos, possivelmente causando:

  • Dor acima e atrás de um olho;
  • Uma pupila dilatada;
  • Mudanças na visão;
  • Dormência de um lado do rosto.

Fatores de risco

Vários fatores podem contribuir para a fraqueza na parede de uma artéria e aumentar o risco de um aneurisma cerebral ou ruptura do aneurisma. Os aneurismas cerebrais são mais comuns em adultos do que em crianças e mais comuns em mulheres do que em homens. Alguns desses fatores de risco se desenvolvem com o tempo; outros estão presentes no nascimento. Esses incluem:

  • Idade;
  • Fumar cigarro;
  • Pressão alta (hipertensão);
  • Consumo de drogas, principalmente o uso de cocaína;
  • Consumo excessivo de álcool;

Alguns tipos de aneurismas também podem ocorrer após um traumatismo cranioencefálico (aneurisma dissecante) ou de certas infecções sanguíneas (aneurisma micótico).

Assim que um aneurisma cerebral se rompe, o sangramento dura, geralmente, apenas alguns segundos. O sangue pode causar danos diretos às células circundantes e o sangramento pode danificar ou matar outras células. Também aumenta a pressão dentro do crânio. Caso a pressão fique muito elevada, o suprimento de sangue e oxigênio para o cérebro pode ser interrompido a ponto de ocorrer perda de consciência ou até mesmo a morte.

Complicações

As complicações que podem se desenvolver após a ruptura de um aneurisma incluem:

  1. Ressangramento”: Um aneurisma que se rompeu ou vazou corre o risco de sangrar novamente. O ressangramento pode causar mais danos às células cerebrais;
  2. Vasoespasmo cerebral: Após a ruptura de um aneurisma cerebral, os vasos sanguíneos do cérebro podem se estreitar erraticamente. Esta condição pode limitar o fluxo sanguíneo para as células cerebrais (acidente vascular cerebral isquêmico) e causar danos e perda adicional de células;
  3. Hidrocefalia: Quando a ruptura de um aneurisma resulta em sangramento no espaço entre o cérebro e o tecido circundante (hemorragia subaracnóide), o sangue pode bloquear a circulação do fluido que envolve o cérebro e a medula espinhal (líquido cefalorraquidiano). Essa condição pode resultar em um excesso de líquido cefalorraquidiano que aumenta a pressão no cérebro e pode danificar os tecidos (hidrocefalia);
  4. Hiponatremia. A hemorragia subaracnóide de um aneurisma cerebral rompido pode perturbar o equilíbrio do sódio no sangue. Isso pode ocorrer devido a danos no hipotálamo, uma área próxima à base do cérebro. Uma queda nos níveis de sódio no sangue (hiponatremia) pode levar ao inchaço das células cerebrais e danos permanentes.

Write a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Quais instituições oferecem empréstimo pessoal para negativados?

A facilidade do meio virtual aumentou o número de empresas que fazem empréstimos online; veja quais delas também trabalham …

O que é e como funciona o leasing?

Modalidade é opção a mais para quem quer usufruir de um bem sem se endividar.   O leasing é uma modalidade …

8 ‌exercícios‌ ‌para‌ ‌fazer‌ ‌diariamente‌ ‌durante‌ ‌o‌ ‌seu‌ ‌tempo‌ ‌de‌ ‌trabalho‌

O tempo para a academia está escasso, mas é possível incluir exercícios no trabalho, durante o expediente e sem atrapalhar …