Dicas de Fisioterapia para Pacientes e Fisioterapeutas

Leia nossos artigos. Melhore o seu estilo de vida agora!

6 dicas de como trabalhar a força em fisioterapia

A fisioterapia é uma área para a qual recorremos quando temos algum problema, como lesão ou situações que envolvam o músculo.

Entretanto, ela também é direcionada para muitas outras necessidades, e seu objetivo é complementar tratamentos clínicos e ação de medicamentos.

O tratamento feito por meio de movimentos vem sendo aplicado nos seres humanos desde a Grécia Antiga, mas com o passar dos anos, ele se desenvolveu e hoje traz muitas possibilidades.

O corpo humano é bastante complexo e envolve uma série de elementos em sua formação. Para garantir que ele funcione plenamente, precisamos recorrer a alguns cuidados, e a fisioterapia é um deles.

Com ela, disfunções de várias partes do corpo, inclusive dos órgãos, podem ser resolvidas, como no caso da bexiga e dos pulmões.

Sendo assim, independentemente do problema que a pessoa tenha, se o médico recomendar o acompanhamento com um fisioterapeuta, ele vai ajudar.

A fisioterapia também ajuda a prevenir lesões, a exemplo dos atletas, que dependem dessa ciência para evitar as lesões das atividades físicas e garantir um bom desempenho.

Isto posto, neste artigo, vamos explicar o conceito de fisioterapia, seus benefícios e como trabalhar a força do músculo com esse tratamento.

O que é Fisioterapia?

A Fisioterapia tem como objetivo estudar, prevenir e recuperar pessoas que sofram algum tipo de distúrbio cinético funcional. Ele pode acometer várias partes do corpo, como seus órgãos e sistemas.

Essa ciência também se foca em doenças causadas por alterações genéticas, enfermidades adquiridas e traumas, preservando, restaurando, mantendo e desenvolvendo a integridade de órgãos, funções e sistemas.

Assim como uma aula de pilates classico, a fisioterapia faz uso de seus conhecimentos e recursos para implementar o tratamento terapêutico, no que diz respeito às condições psico-físico-social do indivíduo.

Suas ações são fundamentadas em mecanismos terapêuticos sistematizados, que se baseiam em ciências como:

  • Morfologia;
  • Fisiologia;
  • Patologia;
  • Bioquímica.

Outras ciências estudadas e trabalhadas pelo Fisioterapia são a biofísica, cinesia, biomecânica, sinergia funcional, disciplinas comportamentais e sociais e cinesia, patologia do corpo humano e seus órgãos e sistemas.

O fisioterapeuta analisa exames médicos e laudos para que com isso possa ter uma visão mais ampla do estado de saúde do paciente. É dessa forma, também, que ele identifica as lesões.

Esse profissional observa os movimentos da pessoa, com o objetivo de saber se ela apresenta alguma dificuldade motora ou dor.

Por meio de um diagnóstico, o fisioterapeuta prescreve o tipo de tratamento que precisa ser realizado. Esse tratamento varia de acordo com a condição do paciente e a lesão a ser tratada.

Contudo, de modo geral, a fisioterapia se utiliza de alguns recursos como um aparelho de choque para fisioterapia, para que assim possa colocar em prática algumas de suas funcionalidades, como:

  • Massagens;
  • Exercícios na água;
  • Exercícios físicos;
  • Tratamento de frio ou calor.

Agora que você já sabe o que é fisioterapia, seus objetivos e funcionalidades, no próximo tópico, vamos falar um pouco sobre os seus benefícios. Acompanhe a leitura.

Benefícios da Fisioterapia

Fazer o tratamento com um fisioterapeuta traz diversas vantagens para os pacientes, estando entre os principais:

Melhora da postura

Com a correria do dia a dia, as pessoas não costumam se preocupar tanto com a postura, mas a simetria corporal é fundamental para evitar dores na lombar, incômodos na coluna e problemas mais sérios, como a lordose.

Ao introduzirmos esse tratamento na vida de uma pessoa de idade, por exemplo, justo com um andador com rodas para idoso, é possível melhorar a postura e a qualidade de vida.

Prevenção de lesões

Um paciente que já tenha tratado uma lesão específica precisa continuar acompanhando o local continuamente, com o auxílio de um fisioterapeuta.

É dessa forma que ele evita que o problema apareça, o que causa um processo de reabilitação mais demorado e doloroso.

A fisioterapia também consegue prevenir outras lesões porque o corpo e a musculatura se fortalecem. 

Dessa forma, sofrerá menos impactos em situações que possam desencadear problemas físicos.

Auxilia nas atividades físicas

Quem pratica exercícios físicos equilibrados precisa procurar um fisioterapeuta, pois é dessa forma que garantimos uma prática correta e adequada das atividades físicas, sem forçar os ossos e a musculatura.

Além disso, o paciente evita danos que podem ser irreversíveis ao longo de toda a sua vida. 

Os exercícios físicos são benéficos para a saúde física e emocional, mas eles precisam do acompanhamento de um fisioterapeuta.

Diminui as dores

É normal que ao fazer alguma atividade física pela primeira vez, como aula de pilates ou musculação, as pessoas sintam dores pelo corpo.

Entretanto, essas dores podem ser piores quando provocadas por alguma lesão muscular, maus hábitos de postura, dentre outros incidentes, como uma contusão.

O fisioterapeuta é o profissional capacitado para garantir a reabilitação física e funcional, diminuindo consideravelmente as dores, inclusive as musculares.

E no que diz respeito aos músculos, alguns exercícios fisioterapêuticos são pensados exclusivamente para fortalecê-los, e é sobre isso que vamos falar no próximo tópico.

Como trabalhar a força dos músculos

O corpo humano é formado por diferentes músculos, e todos eles são sustentados pela musculatura dos pés. 

Pensando nisso, vamos dar algumas dicas de exercícios fisioterapêuticos que você pode fazer em casa, sendo eles:

1.    Exercício com bolinha

Use uma bolinha para massagear a sola dos pés, como bola de tênis, de meia ou até a bolinha do seu cachorro.

Pressione levemente um dos pés sobre ela e massageie toda a região, incluindo dedos, calcanhar, arco interno e borda externa.

Assim como você frequenta uma academia de ginastica para fortalecer os músculos do corpo, também precisa fortalecer os músculos dos pés.

Pise na bola com todo o seu peso, e mesmo que sentir um incômodo, persista, pois é dessa forma que eliminamos a rigidez causada pelo uso dos sapatos.

2.    Exercícios para fortalecer o arco plantar

Segure a mesma bolinha do exercício anterior com os dedos dos pés e tire-a do chão. Faça o mesmo com outros objetos, como uma toalha e uma caneta.

Esse exercício fortalece os músculos intrínsecos dos pés, melhorando a força e sustentação de seu arco.

O fisioterapeuta usa esse tipo de exercício para tratar problemas como pé chato. Ele ajuda a fortalecer o arco plantar, assim como exercícios e dieta casal fortalecem os músculos de outras partes do corpo.

Use objetos de formatos e pesos diferentes para que o procedimento seja o mais completo possível.

3.    Puxar a toalha com os dedos

Posicione uma pequena toalha no chão e tente puxá-la completamente para si usando apenas os dedos.

Não tire os pés do chão, mantenha-o sempre apoiado e repita esse movimento até que consiga colocar toda a toalha abaixo de seus pés.

4.    Exercícios para força e também estabilidade

Quando você passa pela catraca eletronica de academia, está em busca de força e resistência para seu corpo, mas os pés também precisam disso.

Em pé, levante um pouco uma das pernas para frente, para trás e para o lado, repetindo a sequência 3 vezes em cada perna.

Além de trabalhar os músculos dos pés, trabalhamos a força e a estabilidade das articulações do tornozelo e joelho, melhorando, também, nossa capacidade de equilíbrio.

Não deixe o joelho de base muito estendido, flexione-o levemente, e sem mover o tronco, movimente a perna nas direções mostradas acima.

5.    Ficar na ponta dos pés

Sabe aquele movimento que fazemos quando queremos alcançar alguma coisa que está em um local alto, como um papel em cima da estante usado por uma grafica cartao de visita?

Este também é um ótimo exercício, sendo assim, suba e desça na ponta dos pés, levemente, principalmente na descida. E durante a execução, equilibre o seu peso em todos os dedos.

6.    Andar descalço

Por fim, para fortalecer a musculatura de seus pés e beneficiar todo o corpo, ande descalço em casa. 

Andar descalço torna a planta e os dedos mais resistentes, e pode ajudar até mesmo no tratamento de câimbras dos pés.

Conclusão

A fisioterapia é uma ciência importante e não devemos recorrer a ela apenas quando algum problema aparece.

Esse tratamento é importante para que todos os componentes do corpo humano funcionem bem, evitando o surgimento de doenças, das mais simples às mais graves.

Independentemente de qual seja o seu objetivo ou necessidade, procure um fisioterapeuta de sua confiança. Ele saberá qual tratamento é ideal para o seu caso.

Como vimos, a fisioterapia é uma área necessária, e neste texto, você entendeu o seu contexto, funcionalidades, objetivos, benefícios, e ainda teve acesso a dicas para fortalecer a musculatura.

Cuidar bem do seu corpo agora é evitar problemas ao longo do tempo e garantir uma qualidade de vida melhor. 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Escreva um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Quais melhores massagens eróticas para apimentar a relação

Não há quem não goste de uma boa massagem para relaxar e se desligar dos problemas do dia a dia. Mas você já experimentou …

5 dicas de como fidelizar seus pacientes de fisioterapia

Um dos principais processos que uma clínica de fisioterapia pode passar é o de fidelizar pacientes. Embora a maioria das …

Saúde: confira porque alimentação e atividade física se complementam

Alimentar-se de forma saudável e cuidar da própria saúde são atitudes que qualquer ser humano precisa ter para que tenha …