Dicas de Fisioterapia para Pacientes e Fisioterapeutas

Leia nossos artigos. Melhore o seu estilo de vida agora!

Osteopatia e quiropraxia: entenda a diferença e seus benefícios

Parte das terapias manuais da fisioterapia, como osteopatia e quiropraxia são importantes tratamentos para melhorar diversos pontos do organismo.

A terapia manual é um conjunto de técnicas fisioterapêuticas que tem como principal objetivo prevenir e tratar diversas disfunções. 

Seu principal objetivo é obter reações fisiológicas diretas que equilibrem e normalizam alterações corporais de origem:

  • Muscular;
  • Osteoarticular;
  • Orgânica;
  • Funcional.

Além disso, um dos principais pontos desse tipo de terapia é identificar manifestações de dores e conseguir eliminá-las.

Dentro do espectro da terapia manual existem alguns tipos de tratamento que se destacam por sua usabilidade e capacidade de evolução do quadro de saúde dos pacientes.

Fazer um check up geral é uma excelente idéia antes de decidir iniciar um tratamento alternativo, para você compreender exatamente o que está passando.

Osteopatia

A osteopatia é uma terapia pautada na medicina alternativa, que utiliza uma série de técnicas similares à massagem para ajudar na recuperação, manutenção e em estabelecer o equilíbrio entre seu corpo e sua mente.

Durante uma sessão de tratamento, o profissional afetará com os movimentos suas articulações, músculos e nervos para aliviar qualquer dor que você esteja sentindo e melhorar sua mobilidade na parte do corpo sendo tratada.

Normalmente, pessoas que têm problemas com luxação, dores no nervo ciático e espasmos musculares ou cãibras frequentes são recomendados para este tipo de tratamento. 

Além disso, existem diversos outros fatores que acabam gerando a necessidade da osteopatia.

O sedentarismo, postura inadequada, lesões esportivas ou o acúmulo de estresse todos podem ser sinais de que você precisa desse tipo de atividade.

Entretanto, ela não é recomendada para pessoas acometidas com osteoporose avançada ou problemas de coagulação no sangue.

Como a osteopatia é feita?

Antes de qualquer passo, o profissional qualificado irá fazer uma primeira consulta onde coletará uma série de dados importantes sobre o paciente, relacionados a qualquer problema de saúde que ele possa ter.

Além disso, será avaliado seu estilo de vida, histórico familiar e até mesmo sua postura e alimentação para definir se o tratamento é o mais adequado de fato. 

Ansiedade e estresse também são avaliados neste primeiro momento, para outros tratamentos em conjunto.

Junto do tratamento, ele pode indicar um plano alimentar para emagrecer, o que ajudará a funcionalidade das ações.

Durante as sessões, então, o especialista começa a fazer uma série de movimentos com as mãos, similar a massagens ou alongamentos.

Dessa forma ele trabalha os ossos, músculos e ligamentos do paciente para conseguir reativar suas ligações.

Quanto mais sessões forem realizadas, mais alívio o paciente sentirá em caso de dor, além de ter a parte do corpo em tratamento restaurada em questão de saúde. 

É importante afirmar que um tratamento de osteopatia não causa dor.

Embora em casos muito graves de lesões musculares o paciente possa sentir um pouco de desconforto, dores mais profundas podem significar que o tratamento está sendo realizado de forma incorreta, e deve ser evitado.

Um osteopata não prescreve remédios de nenhum tipo, mas pode aconselhar o paciente sobre mudanças em hábitos de vida, como novas dietas e sugestões de atividades físicas que causem menos problemas para o corpo.

Um profissional pode até indicar um nutricionista esportivo para uma mudança balanceada em sua alimentação, por exemplo.

Para casos mais graves, o fisioterapeuta é o profissional adequado para ministrar medicamentos e tratamentos mais tradicionais, e seu acompanhamento deve estar sempre em paralelo com o tratamento alternativo.

Quando não utilizar esta técnica?

É importante destacar que esse tipo de tratamento não é recomendado para pessoas que tenham problemas de fragilidade óssea, como é o caso de pacientes com osteoporose grave ou metástase óssea, uma vez que a técnica pode agravar mais o quadro.

Além disso, pessoas que possuem fraturas ou artrite também podem acabar se prejudicando com uma terapia manual como essa. 

Por isso, é importante ter em mente sua condição atual de saúde antes de iniciar um tratamento alternativo como este.

Quiropraxia

Outra vertente da terapia natural, a quiropraxia lida com o diagnóstico, tratamento e prevenção de problemas no corpo, tanto em questões neurais como musculares e ósseas, assim como os efeitos na saúde em geral.

O tratamento na quiropraxia também é realizado em grande parte com as mãos, utilizando movimentos extremamente seguros para o paciente, variando entre alta e baixa velocidade. Alguns quiropraxistas também utilizam alguns equipamentos próprios para o trabalho.

Nestes casos, o tratamento é similar a uma aula de pilates solo, mas direcionada para a melhoria de seu quadro clínico.

Antes de definir o formato do tratamento, entretanto, é preciso avaliar todas as necessidades e possibilidades que o paciente possui, para garantir um bom resultado no tratamento.

O termo quiropraxia foi desenvolvido em 1895, e deriva das raízes gregas Quiro (mãos) e Praxis (praticar). Desde então, tem sido cada vez mais aprimorada e desenvolvida, sendo um tratamento reconhecido pela OMS (Organização Mundial de Saúde).

O que a quiropraxia auxilia?

O tratamento por meio da quiropraxia tem como objetivo principal a diminuição de dor e aumento da qualidade de vida dos pacientes, melhorando diversos aspectos de sua vida no geral.

Entre os principais motivos de iniciar os tratamentos estão as cervicalgias, lombalgias, hérnias e outros problemas de coluna, uma das maiores áreas de proteção da quiropraxia.

Se você tem problemas na coluna por conta do trabalho, talvez seja a hora de comprar uma cadeira alta para escritório para auxiliar no processo de cura.

A idéia por trás do tratamento é equilibrar as energias do corpo, melhorando o sistema nervoso e circulatório. 

Dessa forma, o corpo acaba sentindo um bem-estar mais adequado e melhora seu estado de alerta, se acalmando e diminuindo tensões e dores musculares.

O método ainda ajuda na irrigação e nutrição do tecido muscular, facilitando assim a absorção de hormônios e promovendo uma desintoxicação da musculatura.

Dessa forma, o paciente acaba recebendo benefícios como a prevenção da osteoporose e a melhora da oxigenação sanguínea, ideal para melhorar a respiração e o sistema imunológico do paciente.

Além disso, os movimentos são ótimos para relaxar o corpo, diminuindo assim os níveis de estresse e ansiedade do paciente, o que também pode acabar prevenindo doenças tanto físicas quanto mentais.

O Tratamento quiroprático

A base do tratamento de problemas de articulação com a quiropraxia é realizada por meio da execução de manobras que corrigem a postura e os desequilíbrios, com o paciente sentado em uma maca ou em um tatame.

A quantidade e o modelo destes exercícios, entretanto, depende dos problemas que o paciente possui e de quais objetivos o profissional quer alcançar com este tipo de tratamento. 

Normalmente, as sessões não duram mais de 30 minutos, mas podem haver exceções.

Além disso, a quiropraxia não apresenta soluções imediatas. Para estes casos, o ideal é consultar outras opções com seu fisioterapeuta, como a aplicação de medicamentos para a dor.

No caso da quiropraxia, a rotina acaba sendo incorporada no dia a dia do paciente, e conforme as sessões vão passando, a melhora vai acontecendo naturalmente. 

Isso porque é normal que a coluna de um paciente tenha sofrido impactos por muitos anos.

Quanto mais tempo o paciente sofreu com o problema de coluna, mais tempo será necessário para recuperar. 

Por melhor que seja esse tipo de processo, ele ainda depende de uma série de fatores, como a adaptação do paciente e o quanto ele consegue fazer por dia nos exercícios.

Outro ponto importante da quiropraxia são as orientações posturais e os exercícios para fazer em casa. Isso porque o tratamento não se restringe ao processo utilizado pelo profissional durante uma sessão.

Um paciente precisa estar disposto a realizar a mudança na vida dele, por meio de exercícios para casa e a manutenção de uma postura adequada. 

Essas ações auxiliam todo o processo do tratamento, sendo importantes para o resultado final.

Você pode até mesmo comprar uma esteira para academia e colocar em casa para melhorar sua caminhada e obter resultados mais adequados.

O profissional de quiropraxia é um especialista da área da saúde, mas não existe a necessidade de ser formado em medicina ou fisioterapia. 

Entretanto, é exigido que o profissional tenha um bacharelado na área da saúde para ser capacitado e iniciar o treinamento.

A especialização funciona como um curso de pós-graduação, com diversos níveis de segurança e de prática clínica que estejam de acordo com a organização mundial de saúde.

Para receber os benefícios do tratamento, não há uma restrição de idade. Tanto crianças e até bebês podem ser beneficiados com a quiropraxia, bem como idosos.

Entretanto, você deve buscar um profissional de qualidade para não agravar ainda mais seu quadro.

Quando pegar um cartão de visita pessoal, você pode checar o histórico do profissional e identificar suas credenciais, sabendo que está fazendo a melhor escolha.

Considerações finais

As terapias manuais são grandes aliados da medicina moderna, e podem fazer ótimos avanços no tratamento de pacientes acometidos por diversos males. 

Entretanto, é importante buscar o máximo possível de informações com relação a esse tipo de atividade.

Compreender qual é o melhor formato de ação que você enquanto paciente deve optar, bem como suas capacidades de seguir o tratamento corretamente e fazer as ações exigidas é fundamental para obter bons resultados.

Escreva um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

iOS: saiba tudo sobre o sistema do iPhone

Sistema é considerado um dos melhores por manter atualizações constantes.   Quem é usuário de dispositivos Apple …

O que é geladeira frost-free? Conheça a tecnologia

  Entenda as vantagens, facilidades e diferenças em relação aos outros modelos.   Quem não se lembra da bagunça …

Combinação de metal e madeira é tendência de decoração

Saiba mais sobre o estilo industrial e como aplicá-lo no seu espaço.   Combinação entre o rústico e o urbano, o …