Dicas de Fisioterapia para Pacientes e Fisioterapeutas

Leia nossos artigos. Melhore o seu estilo de vida agora!

Autoestima: entenda 9 dicas para agradar seu corpo e sua mente

Sentir-se bem, seguro e confiante são fatores indispensáveis para a saúde integral. Por esse motivo, muitas pessoas procuram por dicas para seu corpo e mente trabalharem em conjunto, em busca do bem-estar e da tão sonhada autoestima.

Sabemos que não é fácil se sentir bem o tempo todo, ainda mais com a rotina corrida do mundo contemporâneo. Assim, acabamos nos preocupando menos com o nosso próprio bem-estar, o que pode ser extremamente prejudicial no futuro.

Não é à toa que o Brasil é um dos países que mais sofre com problemas de ansiedade, estresse, depressão e baixa autoestima.

Entretanto, com algumas mudanças de hábitos e atitudes simples, é possível sim integrar a sua saúde e ter uma melhor qualidade de vida.

No artigo de hoje, conheça algumas dicas para agradar seu corpo e sua mente, além de melhorar a sua autoestima. Acompanhe a leitura.

1 – Pratique atividades físicas

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), uma pessoa só está realmente saudável quando o corpo e a mente estão em sintonia. 

Sendo assim, não adianta nada cuidarmos só da parte física e desconsiderarmos a saúde mental.

No entanto, a prática de atividades físicas é uma grande aliada no bem-estar e saúde integral, ou seja, quem acha que exercícios são só para o corpo, está muito enganado.

Os exercícios ajudam a melhorar o fluxo do sangue no cérebro, aumentando os níveis de serotonina (substância responsável pela sensação de bem-estar no organismo). Dessa forma, todo o nosso corpo e mente funcionam melhor.

Você pode escolher qualquer tipo de atividade, respeitando os limites do seu corpo e ainda mais, fazendo algo que lhe dê prazer. 

Por exemplo, quem gosta de exercícios de alongamento pode se sentir muito melhor ao realizar uma aula de pilates para coluna. O que não vale é ficar parado.

Além disso tudo que já foi falado, a atividade física traz muitos outros benefícios, como:

  • Reduz os problemas relacionados a insônia;
  • Diminui o risco de doenças cardiovasculares;
  • Melhora a capacidade de controle emocional;
  • Ameniza sintomas do estresse e ansiedade.

O que faz diferença é a prática regular de exercícios. Por esse motivo, o ideal é incluir atividades na sua rotina. Aos poucos, você irá perceber o quanto a sua autoestima irá melhorar, bem como a sua saúde mental.

2 – Coma alimentos saudáveis

A alimentação também afeta diretamente a nossa autoestima, pois alguns alimentos são capazes de afetar o nosso humor e comportamento.

O ideal é prezar por refeições saudáveis, equilibrando os nutrientes e optando por alimentos in natura, ao invés dos industrializados.

Assim como os exercícios físicos, escolher uma alimentação saudável é algo que deve ser incrementado na sua rotina, sendo parte do dia a dia.

Aos poucos, você irá perceber o quanto eles ajudam no humor, além de contribuir com a melhor qualidade de vida.

Se necessário, busque fazer um check up geral exames para avaliar se você precisa seguir alguma dieta. Por vezes, é preciso cortar ou administrar melhor nossas refeições, justamente para evitar o agravamento de doenças.

Caso seja preciso, busque um acompanhamento médico e nutricional.

3 – Elimine o sentimento de culpa

Lembra quando falamos que o corpo e mente estão integrados. Portanto, o sentimento de culpa pode ser um dos principais motivos de uma baixa autoestima, prejudicando a sua saúde mental, e consequentemente, a sua qualidade de vida.

É muito comum nos sentirmos culpados, seja por uma escolha pessoal ou profissional. No entanto, é necessário que a gente saiba se perdoar, abraçando cada vez mais a leveza e sem maltratar a nós mesmos.

Se você tem dificuldades em eliminar o sentimento de culpa, você pode procurar ajuda junto a psicólogos, psiquiatras e terapeutas. 

Inclusive, há algumas terapias alternativas, como a massagem shiatsu, que relaxa o corpo e te ajuda a se reconectar com o seu próprio eu.

4 – Tenha momentos para relaxar

A nossa rotina frenética pode acabar prejudicando a nossa autoestima, já que ela fomenta sentimentos de estresse, angústia, depressão e ansiedade. 

Por esse motivo, é importante tirar um tempo para você e se desligar um pouco. 

O segredo é focar em você mesmo, com algo que você goste. Pode ser até aquela skincare bem feita, com resultado de limpeza de pele profunda profissional

Além disso, você pode tirar um tempo para ler um livro, assistir um filme ou uma série, passar um tempo com a sua família.

Escolha algo que te faça bem.

5 – Não se compare com os outros

Uma das coisas que mais prejudica a nossa autoestima é justamente a comparação com outras pessoas. Esse sentimento de competitividade doentio nos faz acreditar que só teremos sucesso pessoal ou profissional, quando superamos o outro.

No entanto, isso acaba fazendo muito mal para a nossa saúde mental.

Por isso, se você quer fazer um procedimento para rejuvenescimento do rosto, faça porque é o seu desejo, não para se sentir superior a uma outra pessoa.

Lembre-se que cada ser humano é único, complexo e repleto de experiências diferentes. A vida é incomparável.

6 – Comece a se olhar com mais amor

A nossa autoestima pode ser fortemente abalada quando só reparamos em nossos defeitos. Inclusive, esse é um problema comum em grande parte das mulheres brasileiras.

Estudos recentes mostram que 97% das mulheres acreditam que a sua relação profissional sofre influência quando algum aspecto da beleza não está bem. 

Além disso, nove em cada dez mulheres se dizem insatisfeitas com o seu próprio corpo.

Não é à toa que o Brasil está no ranking entre os países com maior número de intervenções estéticas, desde preenchimento na área dos olhos até cirurgias mais complexas, como a lipoaspiração.

Vale lembrar que se for do seu desejo, você pode fazer o procedimento que tiver vontade. 

No entanto, antes disso, busque olhar com mais carinho para você mesmo, ressaltando as suas qualidades e percebendo que as suas características fazem com que você seja único.

Desse modo, você conseguirá se sentir bem e perceberá o seu verdadeiro potencial.

7 – Comemore até as pequenas vitórias

Certamente a sua vida não é feita só de erros. Temos uma mania de enxergar somente as partes que deram errado, esquecendo das pequenas vitórias e conquistas.

Por exemplo, você pode se sentir muito bem após uma terapia manual. Então, que tal comemorar o fim da sua dor nas costas depois do procedimento, ao invés de lamentar que o sintoma pode voltar a qualquer momento.

Faça com que cada novo objetivo alcançado mereça uma comemoração, mesmo que pequena, e não se esqueça de agradecer pela conquista.

8 – Saia para se divertir um pouco

Se você é daquelas pessoas que só sabe pensar em trabalho e não se diverte nem um pouco, está na hora de mudar essa realidade.

A diversão é essencial para o equilíbrio da mente e do corpo, pois é nos momentos de prazer que formamos laços com outras pessoas, descansamos o nosso cérebro e podemos sentir uma grande sensação de bem-estar.

Tudo bem se você não for uma pessoa que gosta de sair. Mas, busque alternativas de cuidado, como fazer uma drenagem linfática no rosto, combinar um cinema na sua casa, aproveitar um pouco o seu pet, entre outras coisas.

O ideal é separar os momentos de trabalho e de lazer. Afinal de contas, o excesso de tarefas pode trazer uma crise intensa de burnout e prejudicar toda a nossa autoestima, equilíbrio e saúde mental.

9 – Converse com outras pessoas

Uma coisa é certa: você não está sozinho nessa caminhada. Muitas pessoas têm problemas de autoestima e sofrem para buscar uma forma de conciliar o corpo e a mente. Por isso, nada melhor que contar com uma rede de apoio.

Por meio da sociabilidade, fica mais fácil alcançar sucesso na sua jornada e tirar um pouco o peso dos ombros. 

Afinal de contas, somos seres sociáveis e precisamos compartilhar nossas vivências com outras pessoas.

Conclusão

Os problemas de autoestima afetam milhares de brasileiros e pessoas de todo o mundo. Aliás, fala-se que estamos no século das doenças psicológicas e por conta disso, é importante buscarmos alternativas para integrar a saúde física e mental.

Entretanto, não há uma “receita de bolo” para alcançar a saúde integral. Mas, há algumas iniciativas que podem melhorar esse sentimento de angústia, estresse e a baixa autoestima.

O artigo de hoje trouxe algumas dicas de como agradar o seu corpo e mente, seja praticando exercícios físicos ou só conversando com outras pessoas. 

Dessa forma, você poderá melhorar a sua autoestima, além de vivenciar uma vida plena e cheia de conquistas.

 

Escreva um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

iOS: saiba tudo sobre o sistema do iPhone

Sistema é considerado um dos melhores por manter atualizações constantes.   Quem é usuário de dispositivos Apple …

O que é geladeira frost-free? Conheça a tecnologia

  Entenda as vantagens, facilidades e diferenças em relação aos outros modelos.   Quem não se lembra da bagunça …

Combinação de metal e madeira é tendência de decoração

Saiba mais sobre o estilo industrial e como aplicá-lo no seu espaço.   Combinação entre o rústico e o urbano, o …