Tag Archives: dor

Osteopatia para lombar: O que é? Para que serve? Quantas sessões deve fazer?

Ola pessoal, estou postando esses videos mostrando de forma sucinta algumas manobras usadas na osteopatia para o tratamento da coluna lombar.

Hoje em Franca ha ainda certa falta de divulgação desse tipo de trabalho juntamente com a quiropraxia, mas isso tende a mudar quando divulgamos e pesquisamos a respeito.

A osteopatia é uma técnica que utiliza de ajustes das articulações e músculos para restabelecer a atividade normal do corpo.

Serve para diversos problemas como dores na coluna, cervical, lombar, torácica, ciático, dores de cabeça, tensional, dores estômago, intestino, útero, pernas, pés, braços, efim, qualquer região do corpo.

Por ser uma técnica muito eficaz utiliza-se normalmente de 4 a 8 sessões para que tenha uma melhora significativa. Podendo muitas vezes obter a cura já na primeira sessão.

Bom, assistam e tirem suas próprias conclusões.


Diferenças da dor em compressão e em sensibilização

Ola pessoal!

Muitas pessoas aparecem no consultório com dor, todos os dias, graças a Deus, tenho tido muitos paciente e muito sucesso nos tratamentos. Mas uma das queixa mais comuns, principalmente em mulheres – ja explico o porque – é das dores que não desaparecem mesmo quando estas se alongam frequentemente.

A maioria dos casos em que ha dor irradiada, é por sofrimento de nervos. Estes podem estar em sofrimento por duas razões gerais. Compressão ou sensibilização.

Grande parte das mulheres, são, por natureza, mais flexíveis que os homens. Em grande parte por secretarem hormônios que deixam seus ligamentos mais frouxos a fim de facilitar no parto. Desta forma, as pessoas com tendencias a grande flexibilidade tendem a ter dores por sensibilização, isto é, o nervo se irrita por ser constantemente solicitado / alongado. Esses pacientes tendem a ser pessoas com hipermobilidade, portanto não respondem bem aos alongamentos.

Outro caso oposto, são das pessoas hipomóveis, constituído em grande parte homens que não desfrutam de boa flexibilidade músculo articular, e portanto tendem a ter dores por compressão, seja na raiz ou no trajeto dos nervos.

Esse post é apenas uma generalização do que me parece em consultório frequentemente, porém ha casos em que o excesso de mobilidade pode provocar herniações de discos ou mesmo espondilolisteses o que também acarretaria dores por compressão.

Ha diversos fatores que podem desencadear ou inibir a dor, cabe ao fisioterapeuta uma avaliação cuidadosa e a programação de um tratamento eficaz.

Em caso de dúvidas deixem seus comentários tanto no site quanto no facebook que logo responderei.

Boa semana a todos, grande abraço!!

 


Espondilolistese

espondilolistese (1)

Ola pessoal, hoje um novo assunto bem comum entre as causas de dores na coluna lombar principalmente. É a espondilolistese.

O nome vem do grego Espondilo (vértebra) listese (escorregamento), portanto se trata de um deslizamento, escorregamento de uma vértebra sobre outra. Isso pode gerar muito incômodo e dores localizadas ou irradiadas, dependendo de onde ocorre a listese. Sendo este mais comumente localizado na coluna lombar. Entre outros fatores que contribuem para o maior acometimento da coluna lombar, o fato de ocorrer nesse segmento a curvatura lordotica, que naturalmente projeta o corpo vertebral anteriormente.

A espondilolistese pode ser classificada em até 5 graus, dependendo da intensidade do escorregamento, sendo que a primeira indica apenas uma leve anteriorização de um corpo vertebral sobre outro e a ultima uma ptose, isto é, uma luxação de uma vertebra sobre a outra, o que poderia acarretar inclusive a paraplegia.

A espondilolistese pode ser de origem displasica (defeito de formação); ístmica (defeito vertebral por estresse mecânico); degenerativa (causada pela adaptação mecânica ao processo de envelhecimento); traumática (causada por quedas ou traumas); ou patológicas (tumores).

As mais comuns são as ístmicas e as degenerativas, sendo que essas últimas as que mais aparecem no consultório.

No tratamento deve ser considerado que até o grau 2 de escorregamento o prognóstico é muito bom, sendo que os sintomas de paresia e parestesia ainda se apresentam em grau leve e a dor pode ser eliminada após algumas sessões de osteopatia associada ao RPG.

O fortalecimento da região do CORE aumenta a resistência às oscilações vertebrais o que ajuda a “firmar” a vértebra em uma posição de maior estabilidade, mais difícil de se movimentar mediante solicitações ambientais.

O tratamento cirúrgico deve ser solicitado quando os sintomas não cessam ou quando o grau de escorregamento é superior à 4. Nesse caso faz-se uma fixação das vertebras conhecido como artrodese e a mobilidade é reduzida drasticamente, comprometendo a qualidade de vida do paciente. Portanto, é necessáro que aja consciencia antes de encarar uma cirurgia desse porte e a fisioterapia tem o papel fundamental de prorrogar o quanto puder essa opção de risco.

Espero ter ajudado em algum esclarecimento e qualquer duvida comentem!!

Abraço


Sinusite – tratamento com acupuntura

moxabustao_01 Sinusitiso-que-e-tratamento

Em tempos de chuva, frio e clima incerto, recebo em meu consultório uma gama maior de pessoas com queixas de problemas respiratórios, entre as maiores queixas esta sem duvida a sinusite.

A sinusite se caracteriza pela inflamação do muco localizado nos seios da face, cavidades encontrada no interior do osso frontal (testa) e nos ossos zigomáticos (maçãs do rosto). O muco tem a característica de se tornarem mais espessos ou mais fluidos a fim de controlar a pressão do nosso crânio em diferentes ambientes onde a pressão pode mudar, como por exemplo, quando descemos ou subimos uma serra ou quando mergulhamos ou andamos de avião.

O muco localizado nos seios da face podem inflamar caso aja alguma infecção viral ou bacteriana, o que acarreta o espessamento anormal dessa substância e consequentemente aumenta a pressão forçando muito as paredes da cavidade, ocasionando dores.

A tarefa de aliviar as dores ocasionadas pelo aumento da pressão pode ser a associação de medicamentos que gerem a vasodilatação dos vasos sanguíneos, facilitando a reabsorção, assim como o uso de moxabustão em bastão sobre o local afetado, diminuindo a viscosidade do muco o que também facilita a reabsorção e o escorrimento.

Muitas das renites mal curadas e o uso exagerado de vasodilatador nasal levam a retenção de muco nos seios da face e consequentemente à sinusite. É importante que as pessoas entendam que para a sinusite o interessante e aliviar a quantidade de muco, por isso o fungar não é bem vindo mas sim assoar o nariz pode aumentar o sucesso do tratamento.


Hernia de disco

th

Para entender melhor o que é hernia de disco, primeiramente é necessário que aja clareza com relação ao que é e para que serve o disco intervertebral.

O disco intervertebral como o próprio nome refere, fica localizado entre as vértebras da coluna, desde a cervical até a lombar. É formado por um anel fibroso externamente, que serve para proteção do núcleo pulposo centro.

A herniação deste disco, ou seja, a projeção de parte desse disco para fora de seu local de atuação caracteriza-se a hernia. Esta pode ser apenas um abaulamento da parte fibrosa do disco, o que não gera mais que um leve desconforto local. Mas ha casos em que ocorre o que chamamos de uma hérnia estrusa. Esta consiste no fato do núcleo pulposo ser projetado para fora da área entre as vértebras, pressionando a raiz dos nervos ou a medula. Nesses casos os sintomas são de dor intensa, normalmente com irradiada para outras áreas como o ciático e os braços.

O tratamento com fisioterapia tradicional e medicamentos normalmente não consegue muitos resultados devido ao fato de agir apenas nos sintomas e não na causa da dor.

A cirurgia pode ser uma opção em casos mais extremos, porém não é garantia que esta opção seja bem sucedida e o preço do pós operatório pode gerar diversas outras complicações.

A forma mais eficaz de tratamento para hernia de disco atualmente é o trabalho conjunto da osteopatia com a maca de flexo distração. Estas atuam de forma a eliminar as pressões que agem sobre o disco herniado, retomando gradativamente os movimento naturais da coluna, o que direciona o disco para sua posição original, eliminando assim a causa dos sintomas.

Os resultados são positivos já a partir da terceira sessão e o tratamento leva cerca de 2 meses.

Para saber mais comentem o post e entrem em contato pelo facebook em Frederico Fisioterapia.

 


Dor de Cabeça Tensional: causas, sintomas e tratamento

Ola pessoal!

Hoje venho aqui tratar de um assunto cada dia mais comum pra mim no consultório, cefaleia tensional.

A dor de cabeça tensional ou cefaleia tensional difere de outros tipos por se tratar de um caso em que a origem da dor não esta relacionado a nenhum desequilíbrio químico, alimentar, ou sensorial como problemas de visão. A dor de cabeça tensional é causada pelo aumento da tensão dos músculos da região posterior do pescoço (nuca), em resposta a períodos prolongados de estresse físico e/ou emocional.

A região cervical e principalmente a nuca são regiões bastante importante no corpo humano, pois é origem de nervos que tem como destino a região dos braços, face, cabeça e regiões como ouvido. Por essa razão a tensão muscular mantida nessa região pode desencadear dor e disfunção nessas áreas levando a pessoa a ter uma qualidade de vida ruim e gerando outros problemas em sua vida.

Exemplos de fatores que podem desencadear a cefaleia tensional:

-dificuldade de dormir

-excesso de exercícios

-falta de alongamentos

-má postura no dia a dia

-fadiga crônica

-ansiedade constante

-entre outros

A cefaleia tensional é considerada crônica quando sua incidência é superior a 15 dias por mês de dor. Nesse caso, normalmente, os relaxantes musculares já não são suficientes para controlar as crises, sendo assim terapias como a acupuntura associada a osteopatia são altamente indicadas e resolutivas para esses casos. Pois a osteopatia e a quiropraxia usa da liberação muscular e dos pontos de tensão enquanto a acupuntura equilibra o fluxo neuroplasmático que é enviado para o cérebro quebrando o ciclo de dor – tensão, devolvendo a qualidade de vida para a pessoa.

Esse e outros assuntos serão tratados com frequencia nesse blog, portanto acompanhem e deixem seus comentários.

 


Acupuntura e fibromialgia

fibro

Ola pessoal, ai vai mais um post com algumas informações, hoje sobre fibromialgia.

A fibromialgia é uma doença muito frequente porém pouco entendida em sua complexidade.

É caracterizada por ser uma doença auto imune (reumática), que provoca dores generalizadas pelo corpo, normalmente bilaterais (dos dois lados do corpo), periarticulares (próximo de articulações como quadril, ombro, cotovelos e joelhos), fadiga crônica (desânimo e cansaço), e por vezes constipação intestinal.

A incidência observada no Brasil é de 3% da população feminina e 0,5% da população masculina. Por se tratar de uma doença psicossomática, isto é, de origem ou de agravamento emocional, a inatividade e tensão provocada pela dor constante gera mais estresse, que por sua vez provoca mais dor que gera mais estresse e assim inicia-se um ciclo vicioso que se retroalimenta e impede e dificulta a melhora dos sintomas, até que alguma parte dessa corrente seja quebrada.

A melhora da circulação sanguínea provocada por exercícios físicos (principalmente em água quente), e o tratamento energético da acupuntura, que promove a liberação de opióides endógenos na corrente sanguínea são armas poderosas para quebrar o ciclo vicioso da doença, e entrar em um ciclo virtuoso da qualidade de vida e saude.

Se querem saber mais sobre esse ou outros assuntos mandem comentários que logo respoderei.

Obrigado!!

Abraço a todos!!! ;-)

 


Dor lombar nas mulheres e nos homens

A coluna vertebral apresenta curvas fisiológicas que servem para manter a integridade fisiológica, biomecânica e estrutural. Qualquer redução ou aumento destas curvas poderá repercutir na função normal da coluna vertebral, causando desequilíbrios, aumento da pressão e rigidez. Analisando a lordose lombar, esta curva quando equilibrada, o peso corporal será bem distribuído sobre o arco posterior das vértebras e sobre o corpo vertebral.

É bastante comum as mulheres terem uma tendência para uma hiperlordose (aumento da curvatura) lombar e o homem para uma retificação (diminuição da curvatura) da lordose lombar. A consequência disso tudo é que quando estamos diante de uma hiperlordose lombar o peso corporal será mais distribuído sobre o arco posterior, favorecendo o aparecimento de processos degenerativos (artrose) nas articulações apofisárias. Na retificação da lordose lombar, o peso corporal será mais distribuído sobre o corpo vertebral e consequentemente sobre os discos intervertebrais, favorecendo o surgimento das protrusões e extrusões discais (hérnias de disco). Pesquisas apontam uma maior prevalência de lesões discais da coluna lombar entre os homens.

Para cada alteração existem músculos e articulações mais sobrecarregadas, músculos encurtados e articulações comprimidas. Nestes casos, o fisioterapeuta manual realizará uma avaliação minuciosa a fim de se chegar às estruturas que realmente precisam ser ajustadas, tornando os músculos mais flexíveis e as articulações com uma melhor mobilidade.  Este é o papel da fisioterapia manual, equilibrar as estruturas em busca de uma melhor função.

Fonte: PORTAL EDUCAÇÃO
http://www.portaleducacao.com.br/fisioterapia/artigos/48944/retificacao-x-hiperlordose-lombar#ixzz3TN3qZLFi


A Osteoartrose Femuropatelar

Atualmente muitas pessoas procuram fisioterapia para tentarem esclarecer queixas de dores em joelhos, que se iniciaram sem uma causa aparente. Referem serem as mesmas contínuas, piorando com movimentos de subir e descer escadas ou, quando se agacham para pegar algum objeto. Na quase totalidade das vezes, são indivíduos jovens ou de meia idade e referem ser freqüentadores de academias. Possuem eles algumas vezes, um ponto em comum, que é o fato de estarem aumentando a carga de exercícios para perna.

A patela, também chamada de rótula, é um dos ossos que compõem a articulação do joelho, participando ativamente, dos movimentos de flexão e, principalmente na extensão desta articulação. Ela se insere na parte anterior do joelho e, por sua superfície passam os tendões do músculo quadríceps (principal músculo extensor) antes de se inserir na tuberosidade anterior da tíbia.

Em determinadas pessoas ou atletas, devido a uma má formação congênita ou hipertrofia de determinado grupo muscular da coxa, a patela pode escorregar lateralmente (internamente ou externamente) durante este movimento, fazendo com que ocorra um atrito entre a cartilagem patelar e cartilagem interna da tróclea do fêmur. A repetição de tal fato, poderá acarretar uma lesão que, se persistente, evoluirá para um processo degradativo articular (osteartrose femuro-patelar).

Uma vez instalada esta patologia, o uso de exercícios corretivos, antiinflamatórios e substâncias condroprotetoras poderá auxiliar tanto na prevenção, quanto no tratamento.

O exercício orientado e direcionado de fortalecimento da musculatura do quadriceps também corrige a posição da patela, sendo este um dos principais fatores para a melhora das dores a longo prazo.

Pergunte a um especialista se você está apto para na sua academia, fazer estes exercícios.

 


Quiropraxia é bom para hérnia de disco?

A hérnia de disco ocorre quando o disco intervertebral se “desloca” em direção a medula ou mesmo o recesso lateral, onde passa as raízes nervosas que vão compor os nervos das extremidades do corpo, vísceras e nervos sensitivos que nos faz o sentir na pele.

 

  A faixa etária dos acometidos é entre 35-55 anos. Os sintomas são bem específicos e em muitos casos visíveis. Se a pessoa estiver com uma inclinação para frente e lateral (posição antálgica), estiver com dificuldade para realizar a marchar (andar claudicante) e com uma dor intensa no local (coluna Lombar especialmente) as chances de ser uma hérnia de disco são grandes. Porém outros sintomas são relevantes para o diagnóstico preciso, como por exemplo: dores que irradiam entre a coluna lombar até os pés (geralmente em um pé), formigamento na perna sem causa aparente, fraqueza nas pernas e em alguns casos o paciente fica acamado obrigatoriamente.

   A grande maioria das pessoas que vem aqui com o diagnóstico de Hérnia de Disco já se preocupam com uma possível cirurgia, primeiramente a condição que leva a cirurgia são na realidade duas: Trauma gravíssimo na coluna lombar e Síndrome da Cauda-Equina, são não houver essas condições confirmadas, sempre é importante considerar o tratamento conservador como a Quiropraxia.

Todo bom tratamento de Quiropraxia tem que ser composto de objetivos bem delineados e factíveis para alcançar o resultado desejado.

1 – Eliminar qualquer sintoma neurológico com irradiação para membros inferiores (Fraqueza, formigamento, adormecimento) – quer dizer que o nervo está novamente com sua passagem pelo forame intervertebral preservado ou mesmo a medula espinhal pela sua passa na coluna vertebral.

2 – Eliminar qualquer dor local decorrente a mudança funcional e estrutural da coluna. (Subluxação, encurtamento muscular e outros) – A maioria dos casos de Hérnia de Disco ocorre por mau cuidado em relação postura e a utilização da mecânica do corpo humano obviamente inclui a coluna vertebral. Portanto a correção funcional e mecânica é necessária.

3- Estabilização muscular e articular da região acometida –  (Fortalecimento e Propriocepção) – O fato de retirar as imperfeições mecânicas não quer dizer que está totalmente reabilitado pela Quiropraxia, é necessário fortalecer três grupos musculares: Os paravertebrais lombar, abdômen e glúteos com rotadores do Quadril. Assim teremos uma melhor tonificação muscular e isso consequentemente gera a estabilidade para utilização posterior da coluna lombar.

Temos que considerar as variantes de cada paciente, porem o tratamento para hérnia de disco na Quiropraxia (e seus benefícios) deve conter os 3 pontos de objetivos.

Em relação ao protocolo aplicado para correção, na Quiropraxia existe vários como protocolo de Cox, Mckenzie entre outros. Somente um Quiropraxista associado a ABQ (associação Brasileira de Quiropraxia) pode decidir o melhor caminho com segurança.

Todo bom tratamento de Quiropraxia tem que ser composto de objetivos bem delineados e factíveis para alcançar o resultado desejado.

1 – Eliminar qualquer sintoma neurológico com irradiação para membros inferiores (Fraqueza, formigamento, adormecimento) – quer dizer que o nervo está novamente com sua passagem pelo forame intervertebral preservado ou mesmo a medula espinhal pela sua passa na coluna vertebral.

2 – Eliminar qualquer dor local decorrente a mudança funcional e estrutural da coluna. (Subluxação, encurtamento muscular e outros) – A maioria dos casos de Hérnia de Disco ocorre por mau cuidade em relação postura e a utilização da mecânica do corpo humano obviamente inclui a coluna vertebral. Portanto a correção funcional e mecânica é necessária.

3- Estabilização muscular e articular da região acometida –  (Fortalecimento e Propriocepção) – O fato de retirar as imperfeições mecânicas não quer dizer que está totalmente reabilitado pela Quiropraxia, é necessário fortalecer três grupos musculares: Os paravertebrais lombar, abdomen e glúteos com rotadores do Quadril. Assim teremos uma melhor tonificação muscular e isso consequentemente gera a estabilidade para utilização posterior da coluna lombar.

Temos que considerar as variantes de cada paciente, porem o tratamento para hérnia de disco na Quiropraxia deve conter os 3 pontos de objetivos..

Devemos lembrar que levou tempo para o corpo atingir certo grau de degeneração, então é normal e compreensivo esperar um determinado tempo para sua recuperação.

Removendo-se a subluxação articular e devolvendo o bom funcionamento e uma congruência ideal para articulação, há um alívio dos sintomas e remissão da dor.

Procure um quiropraxista e viva bem e com plenitude…